Posted in:

Velocidade do Obturador: Usando a câmera como ninja [Guia]

Velocidade do Obturador na fotografia profissional

A velocidade do obturador é um dos três principais elementos da fotografia junto com o ISO e a abertura do diafragma. Dessa forma, é fundamental que você saiba como utilizá-la ao seu favor, a fim de obter fotografias incríveis.

É através dela que você consegue criar efeitos e mudar o brilho nas suas imagens, por exemplo.

Assim, o obturador funciona como uma cortina dentro do sua máquina fotográfica que possibilita ou não a passagem de luz até o sensor do equipamento.

Então, dependendo da velocidade, há a passagem de mais ou menos luz.

Neste artigo você vai conhecer as melhores dicas sobre como controlar quão rápido obturador é acionado.

Confira agora tudo o que você precisa saber esse tema empolgante:

O que é a velocidade do obturador?

O que é e como funciona o obturador da máquina fotográfica

A velocidade do mecanismo de obturação da máquia fotográfica, ou tempo de exposição, nada mais é do que o sistema que define a quantidade de luz que entrará no sensor da sua câmera. Assim o obturador, que funciona como uma cortina, abre e fecha até que o clique seja disparado.

Quando isso acontece, o sensor coleta a luz a qual ele foi exposto, fazendo com que o obturador se feche no mesmo momento.

Por conta disso, o botão de disparo dos cliques da máquina também é conhecido como “botão do obturador” ou apenas “obturador”, já que é através dele que esse sistema é acionado.

Assim, a velocidade do obturador é a quantidade de tempo que o obturador ficará aberto, possibilitando essa posição de luz. Ou seja, é o tempo em que o seu equipamento gasta para registrar uma imagem.

Como é medida a velocidade do obturador?

É importante conhecer quais as velocidades de exposição do obturador
É importante conhecer quais as velocidades de exposição do obturador

O tempo de exposição costuma ser medido em frações de segundo, ou seja, normalmente, você encontrará seus valores em frações, como 1/4 (um quarto de segundo).

Grande parte das máquinas fotográficas que não possuem espelho e DSLRs costumam lidar com tempos de até 1/4000. No entanto, existem equipamentos mais rápidos que podem chegar a 1/8000 de segundo.

Em contrapartida, a velocidade máxima normalmente encontrada em DSLRs é de 30 segundos.

No que a velocidade do obturador interfere?

Afinal de contas qual a diferença provocada pelo controle de obturação na fotografia?

A velocidade do obturador está diretamente ligada ao nível de desfoque de movimento que a sua imagem terá. Dessa maneira, quanto maior essa velocidade for, mais desfocados os movimentos da sua foto serão em direção ao movimento em questão.

Por conta disso, fotógrafos de propagandas de automóveis costumam utilizar bastante esse artifício para mostrar ao observador um certo tipo de borrão nos pneus em movimento, por exemplo.

Um obturador em alta velocidade também é muito usado na Astrofotografia ou em locais escuros. Assim, fica muito mais fácil de registrar o movimento dos astros ou de qualquer fonte de luz. Você também pode se beneficiar disso ao clicar cachoeiras e rios, por exemplo.

Diferente do que algumas pessoas pensam, o controle da velocidade do mecanismo também pode ser usada com o sentido oposto: o de congelar um determinado movimento.

Assim, com uma velocidade curta, é possível não mostrar o movimento rápido de objetos, pessoas e animais em movimento, por exemplo. Da mesma forma, se essa estratégia for usada no registro de uma cachoeira, as gotas do fluxo de água ficarão nítidas e paradas no ar.

Relação da velocidade do obturador com a abertura do diafragma

Provavelmente, a sua câmera tenha uma das opções a seguir de tempo de exposição, por exemplo:

  • 1/500;
  • 1/250;
  • 1/125;
  • 1/60;
  • 1/30;
  • 1/15;
  • 1/4.

E é imprescindível que você conheça essas valores, pois cada tempo de exposição corresponde a uma abertura do diafragma.

Ou seja, se você dobrar a velocidade de acionamento do obturador, a abertura do diafragma também vai dobrar.

Como escolher a velocidade do obturador ideal para cada situação?

Para cada uso há uma técnica de configuração do obturador
Para cada uso há uma técnica de configuração do obturador

Antes de definir o tempo de exposição da imagem que você quer capturar, é necessário que você tenha alguns tópicos em mente, como :

O que você vai fotografar?

Para conseguir definir a melhor velocidade da obturação em sua máquina, você precisa definir o que deseja capturar com o seu clique. Por exemplo, se o seu objetivo for capturar um movimento, a velocidade usada precisará ser longa.

Você quer “congelar” a imagem?

No entanto, se você pretende congelar um determinado movimento em sua imagem, é necessário que você faça uso de um tempo de exposição mais curto, a fim de enviar menor luz para o sensor da sua câmera.

Você quer o efeito “panning” ou “motion blur?”

O efeito panning é uma técnica um pouco complexa de ser realizada, mas que garante um ótimo efeito em suas imagens. Assim, tudo o que você precisa fazer é seguir o seu assunto com a sua câmera, a fim de deixá-lo nítido e o seu entorno desfocado.

Já o motion blur, deixa o seu clique com a aparência de movimento. Assim, a imagem fica com partes sem nitidez por conta do movimento do seu assunto.

Porém, independente do efeito desejado, em ambas as ocasiões você precisará utilizar um alto tempo de exposição.

Fotografia de longa exposição: O que é?

Muitos detalhes envolvem uma perfeita foto em longa exposição
Muitos detalhes envolvem uma perfeita foto em longa exposição

A fotografia de longa exposição é caracterizada pelo longo tempo de abertura do obturador. Ou seja, quando ele fica aberto por um tempos maior do que o normal.

Assim, o sensor da sua máquina é capaz de capturar todos os movimentos que são feitos dentro desse intervalo de tempo.

Dessa maneira, tal técnica pode ser realizada tanto com poucos segundos quanto com horas de exposição.

Como fazer fotografia de longa exposição configurando a velocidade do obturador

Criando efeitos profissionais com o domínio do obturador
Criando efeitos profissionais com o domínio do obturador

Agora que você já sabe o que é tempo de exposição e fotografia de longa exposição, é importante que você saiba como fazer esse tipo de clique.

Então, é de suma importância que você configure o seu equipamento de forma correta, a fim de conseguir o efeito desejado. Confira a seguir todos os passos que precisam ser tomados para obter os melhores resultados:

Passo 1: estabilize a câmera o máximo que puder

É fundamental que a sua câmera esteja estabilizada para esse tipo de foto. Isso acontece porque qualquer tipo de movimento no seu equipamento no momento do clique pode acabar deixando sua imagem com um resultado final ruim.

Então, é essencial que você utilize um tripé para conseguir registrar ótimas imagens.

Passo 2: configure a velocidade do obturador, abertura do diafragma e o ISO

Após definir qual é o seu objetivo com o seu clique, é importante que você configure o tempo de exposição, a abertura do diafragma e o ISO de forma correta.

Assim, quanto mais tempo o obturador ficar aberto, mais luz entrará por ele atingindo o sensor da câmera.

Então, em ambientes escuros, por exemplo, é importante que você utilize velocidades mais curtas para que o diafragma fique aberto por mais tempo. Com isso, a pouca luz do local consegue agir por mais tempo sobre o sensor.

Além disso, também é importante que você compense uma maior velocidade compensando o ISO do seu equipamento, a fim de manter a harmonia da sua imagem.

Passo 3: dispare a câmera com um timer ou controle remoto

Para evitar que a sua câmera trema no momento do clique, é indicado que você faça uso de um controle remoto ou de um timer para o momento do disparo. Isso acontece porque  o obturador costuma estar em um extremo ou em outro de velocidade, podendo deixar a sua imagem final tremida.

Com isso, também é interessante que você utilize um tripé e o posicione em um lugar firme, a fim de garantir uma fotografia bem focada.

Dicas incríveis para fotografia de longa exposição

Dicas para aproveitar o controle de velocidade do obturador da máquina fotográfica

Por mais que seja uma ação um pouco complexa, tirar fotos de longa exposição não é algo impossível. Tudo o que você precisa fazer é conhecer as dicas certas e praticar bastante.

Então, confira as principais dicas a seguir:

Entenda seu equipamento

Para que você consiga tira uma boa imagem, você precisa conhecer a sua máquina e todas as possíveis configurações disponíveis.

No entanto, você não precisa ter uma máquina de última geração para ter bons resultados. Tudo o que importa é saber como usar os recursos em prol dos seus resultados.

Então, separe um tempo para ler o manual de todo o seu equipamento, procure vídeos e reviews online, a fim de ter a melhor experiência possível com os seus cliques.

Escolha o local adequado

Para clicar ótimas imagens de longa exposição é necessário que haja um planejamento adequado para que seus objetivos sejam alcançados.

Assim, é importante que você leve o local do seu ensaio em consideração. Em qual momento do dia é possível ter a melhor luz? Serão necessárias luzes artificiais?

Então, não deixe de estudar todos os pontos importantes antes de começar a clicar.

Antecipe o movimento que será capturado

É fundamental que você conheça o movimento que será capturado durante a abertura do obturador da sua câmera. Então, se o seu objetivo é capturar fotos de animais selvagens, você precisa saber quanto tempo o seu equipamento vai precisar para capturar determinado movimento.

Exemplos de imagens com alta velocidade do obturador

É importante que você conheça o trabalho de outros profissionais, a fim de se inspirar e ter melhores resultados. Então, confira a seguir alguns exemplos de imagens tiradas com o obturador operando em alta velocidade:

  • Congelar movimentos com o controle do obturador registra a história
    Congelar movimentos com o controle do obturador registra a história
    Congelar movimentos com o controle do obturador registra a história
  • Como tirar fotos de esportes sem desfocar a cena
    Como tirar fotos de esportes sem desfocar a cena
    Como tirar fotos de esportes sem desfocar a cena
  • Fotos belíssimas e ricas em detalhes garantindo um obturador ligeiro
    Fotos belíssimas e ricas em detalhes garantindo um obturador ligeiro
    Fotos belíssimas e ricas em detalhes garantindo um obturador ligeiro

 

Exemplos de imagens com baixa velocidade do obturador

Para se inspirar e tirar ótimas fotos, confira agora algumas ótimas fotos clicadas com baixa velocidade na obturação:

Fotos paisagísticas perfeitas controlando a velocidade do obturador
Fotos paisagísticas perfeitas controlando a velocidade do obturador
Fotos de movimento noturno com controle de obturação lenta
Fotos de movimento noturno com controle de obturação lenta
Trabalhando a velocidade de obturação para obter incríveis fotos noturnas
Trabalhando a velocidade de obturação para obter incríveis fotos noturnas

 

Conclusão

Profissional da fotografia precisa dominar todos os recursos de uma máquina fotográfica
Profissional da fotografia precisa dominar todos os recursos de uma máquina fotográfica

A velocidade do mecanismo de obturação é responsável pelo sistema de abertura que permite a entrada de luz no sensor da sua câmera fotográfica. Então, o obturador abre e fecha quando o clique acontece.

Essa velocidade é medida em segundos, sendo muitas vezes utilizada cem frações, como 1/4.

O tempo de exposição é utilizado para registrar movimentos, como em uma rodovia, ou momentos fixos. Assim, é importante que você tenha claro em sua mente o tipo de foto que será registrado antes de começar a clicar.

Então, é importante que você siga os principais passos para tirar uma ótima foto de longa exposição:

  • Passo 1: estabilize a câmera o máximo que puder;
  • Passo 2: configure a velocidade do obturador, abertura do diafragma e o ISO;
  • Passo 3: dispare a câmera com um timer ou controle remoto.

Neste artigo, você encontrou tudo o que precisava saber sobre dominar o obturador e sua velocidade. Agora, é só se inspirar, configurar o seu equipamento e começar a clicar!

Quer aprender mais sobre fotografia e continuar aprimorando seu trabalho? Acompanhe nosso blog! Sempre trazemos novidades da área, as melhores dicas e guias completos para você!

E você, já conhecia tudo sobre velocidade de obturação? Nos conte sobre a sua experiência e se você tem alguma dica a oferecer para os outros leitores!

Ah! e se quiser aprender sobre o próximo passo para uma fotografia profissional diferenciada, confira este artigo sobre o diafragma na fotografia.

E não esqueça: se ainda ficou com alguma dúvida, basta deixar sua pergunta nos comentários!

Obrigado por ler até aqui!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *