Posted in:

Redes sociais para fotógrafos: como usar as estratégias corretas na fotografia!

Redes Sociais para Fotógrafos

Há muito tempo tenho pensado em escrever um texto específico que falasse da importância das redes sociais para fotógrafos.

Se você pensa que as redes sociais são para adolescentes e jovens apenas, você está muito enganado. Um fotógrafo profissional, independente da sua idade, precisa saber trabalhar muito bem com o marketing digital.

No final do ano passado um fotógrafo com mais de 30 anos de profissão me procurou. Ele já estava muito bem consolidado no mercado, mas reclamava da crise e da perda de clientes. A situação chegou a tal ponto que ele teve que abaixar seu preço.

Observando mais de perto o trabalho desse fotógrafo, percebi que faltava algo: ele não trabalhava corretamente as estratégias de marketing digital para fotógrafos, nem sequer as redes sociais.

A sua página do Facebook servia apenas para publicar fotos; nunca para atrair clientes para fechar um negócio.

Infelizmente essa história se repete com muitos fotógrafos profissionais. Ignorar o poder do Marketing Digital é algo inadmissível nos dias de hoje.

Neste artigo vou falar da importância da estratégia de redes sociais para fotógrafos, além de dar alguns exemplos de redes sociais e melhores dias/horas para se publicar.

Os assuntos serão:

  • As estratégias de redes sociais para fotógrafos
  • Principais redes sociais para fotógrafos
  • Melhor dia e hora para compartilhar o trabalho do fotógrafo

As estratégias de redes sociais para fotógrafos

 

1 – Estude as especificidades de cada rede social

A fotografia é algo visual. Segundo a WebDAM, o nosso cérebro processa dados visuais 60 mil vezes mais rápido do que um texto simples sem formatação.

Não adianta um fotógrafo fazer parte de 5 ou 10 redes sociais se ele não entende o perfil das pessoas que participam de cada uma.

Por isso, estude antes como funciona aquela rede social, quem são as pessoas que participam dela, com que frequência, etc. Já imaginou fazer parte do Snapchat, por exemplo, mas não encontrar lá seu público-alvo?

2 – Cuidado com o seu perfil de fotógrafo nas redes sociais

É isso mesmo. Não canso de ver fotógrafos profissionais cometendo erros gravíssimos. Não significa que você não possa postar nada pessoal; não é isso.

Mas evite comentários ferrenhos sobre política, religião, futebol. Por incrível que pareça, recentemente vi um fotógrafo colocando algo sobre futebol que é impossível colocar aqui, ofendendo torcedores rivais. Definitivamente é uma pessoa que precisa aprender mais sobre o comportamento das pessoas no mundo virtual.

3 – Escolha uma estratégia para publicar nas redes sociais

Redes Sociais Para Fotógrafos

Se um fotógrafo profissional não organizar seu tempo, vai acabar metendo os pés pelas mãos, não é mesmo? Por isso você precisa definir dia e hora para publicar, e qual conteúdo publicar.

A melhor estratégia de redes sociais para fotógrafos é aquela que produz conteúdo de alta qualidade, incentivando as pessoas a clicarem e lerem o conteúdo.

Então, se você é um fotógrafo de casamento, ou de fotografia sensual, por que não começar a escrever sobre esse assunto? Você já pensou em quais são as dúvidas dos seus clientes? Quais são as dores e preocupações que eles têm com relação à fotografia?

Se você entender o que o seu cliente quer e escrever conteúdo de alta qualidade, você irá atrair mais leitores – e futuros clientes – para o seu site.

4 – As redes sociais para fotógrafos são o meio; não o fim!

É isso mesmo. Muitos fotógrafos acreditam que as redes sociais substituíram o site, mas isso não é verdade. Elas pensam assim porque ainda não conhecem o poder que um site tem para captação de clientes.

Experimente digitar “Consultoria para fotógrafos” no google e veja o que aparece. Provavelmente estarei em uma das primeiras posições. Não é porque sou o melhor de todos (jamais!), mas porque eu me preocupo em trabalhar com as estratégias de otimização do Google para atrair potenciais clientes para o meu site.

E você pode fazer a mesma coisa com o seu!

Imagine que, um dia, o Orkut chegou ao fim. Se você utilizava apenas aquela plataforma para interagir com os clientes, o que faria depois? Teria que começar tudo do zero.

Então minha dica é: tente levar ao máximo as pessoas para o seu site. As redes sociais para fotógrafos são um meio de atrair clientes, e não um fim em si mesmas.

5 – Faça testes de engajamento nas redes sociais

img-001

É preciso sempre mensurar o resultado do seu engajamento. As pessoas estão comentando seu trabalho? Estão compartilhando?

É claro que nós não devemos avaliar nosso sucesso levando em conta apenas esses números. Mas é importante observarmos como está sendo a reação do nosso público diante do nosso conteúdo.

Mas aqui vai um alerta: cuidado com a métrica da vaidade! Eu prefiro muito mais uma fanpage com 300 seguidores que me possibilita ter um retorno financeiro, do que 30.000 seguidores que apenas curtem meus comentários ou fotos.

6 – Controle os atendimentos e pedidos de orçamento

Essa é uma das principais formas de um fotógrafo parar de trabalhar com as estratégias de redes sociais aleatoriamente.

Você sabe quantas publicações fez em um mês? Dessas publicações, quantas pessoas pediram orçamento? E quantas fecharam negócio?

Quando você começar a coletar esses dados, imagine como será daqui a seis meses ou um ano. Você terá informações riquíssimas em mãos para mudar (ou não) sua estratégia de divulgação nas redes sociais.

Principais Redes Sociais Para Fotógrafos

 

F_icon.svg cópiaFacebook

92 milhões de brasileiros acessam o Facebook todos os meses. Já conversei com alguns fotógrafos que definitivamente não gostam dessa rede social. Mas minha resposta é praticamente a mesma: você não gosta, mas seus clientes estão lá.

Caso você não queira usar apenas seu perfil social, é possível criar uma fanpage para conseguir seguidores/fãs.

Uma coisa é importante dizer: quando você publica algo em sua fanpage, nem todos os seus seguidores verão. É isso mesmo!

É preciso impulsionar a publicação, pagando um valor (irrisório) para o Facebook. Aqui novamente é preciso tomar cuidado. Apenas impulsione publicações que você considere estratégicas. Gastar por gastar não vale a pena.

O quê postar no Facebook?

  • Fotos de trabalhos recentes, com link para seu site;
  • Vídeos com algum making of para que as pessoas possam conhecer seu trabalho;
  • Compartilhar algum conteúdo que te inspira;
  • Mostrar também um pouco da sua vida pessoal, se você quer passar a impressão de ser um fotógrafo de fácil relacionamento com as pessoas.

Não existe uma fórmula mágica para o sucesso no Facebook. Uma boa alternativa é avaliar o que os concorrentes fizeram e que deu certo, e adaptar para sua realidade como fotógrafo. Inspire-se; não copie!.

Existe uma outra possibilidade que é a de trabalhar com o Facebook Ads, onde você paga um valor e pode anunciar com algum objetivo, como por exemplo: buscar curtidas para a página, cliques para o site, oferecer alguma oferta, etc.

Se você quiser mais informações sobre isso, dê uma lida na página do Facebook.

Instagram+LogoInstagram

É uma rede social que não para de crescer. Segundo a Tecmundo, 29 milhões de pessoas usavam o Instagram já em 2015. 60% dos brasileiros que fazem parte dessa rede social, a acessam diariamente.

Como disse, as imagens chamam mais a atenção do que os textos. Então essa é uma excelente rede social para publicar seus trabalhos.

É possível usar hashtags de impacto, também. Se você é um fotógrafo de casamento, por que não usar as hastags #fotografia, #noivas, por exemplo?

Mas por favor: não use profissionalmente uma hashtag do tipo #estoumuitofelizporquevoufotografar. Esse não é o objetivo real da hastag.

Não se esqueça de colocar o link para o seu site em sua página do Instagram. Lembre-se que ele é um meio!

Pinterest_logo-2Pinterest

São 60 milhões de usuários do Pinterest em todo o mundo, atualmente. Um dado muito curioso: 80% do público é feminino. Os dados são da Agência Francesa 909C.

Imagine se seu público-alvo são mulheres grávidas, noivas, etc. Elas estão no Pinterest e você pode usar essa rede social estrategicamente para divulgar suas fotos.

 

new_twitter_logo_by_ockre-d52oyft cópiaTwitter

É uma rede social que alguns fotógrafos não usam, porque dizem que ele acabou. Mas isso não é verdade.

Segundo a Techmundo, são mais de 240 milhões de usuários ativos no mundo. 76% deles estão concentrados nos dispositivos móveis (celulares e tablets).

Aqui acredito que a importância esteja no uso de hashtags de impacto. Além disso, a chance de você criar engajamento com seus seguidores aumenta muito se você colocar algum link. E qual link? Aquele que vai para o seu site, oras!

YouTube_logo cópiaYouTube

É o segundo maior mecanismo de busca do mundo, perdendo apenas para o Google. Ele pode ser uma rede social para fotógrafos fundamental para alcançar futuros clientes e criar uma reputação da sua marca.

Já pensou em criar um making of com seu trabalho, publicar no YouTube e também em seu site? Não é uma maneira simples e objetiva do cliente perceber como é o seu trabalho?

Você pode utilizar palavras-chave também para trabalhar com a otimização do seu vídeo. Por exemplo: se o making of se trata de um ensaio sensual, coloque no título: Ensaio Sensual Feminino.

É importante deixar claro que você não precisa de um equipamento de última geração para gravar seus vídeos. Desde que ele crie engajamento com seu cliente, você já conseguirá resultados positivos.

Snapchat_logoSnapchat

É uma rede social que só cresce no Brasil e no mundo. É um programa de mensagens e imagens que desaparecem 24 horas depois da publicação.

Uma pesquisa da Comscore mostrou que o Snapchat tem forte presença no público de 18 aos 34 anos de idade. Entre esse público, a rede social é a terceira mais popupar, perdendo apenas para o Facebook e o Instagram.

Uma grande vantagem do Snapchat é a capacidade de usar o storytelling ao seu favor, ou seja, a capacidade de contar sua história como fotógrafo. Você pode divulgar ensaios, fazer pequenos vídeos e compartilhar com seu público.

GooglePlus-Logo-02Google+

É uma rede que muitos brasileiros não levam em consideração, mas eu pensaria duas vezes ao rejeitar essa rede social. A participação no Google+, assim como no YouTube, pode influenciar os resultados nos mecanismos de busca (Google).

Se quiser saber mais sobre o assunto, leia o artigo da Pulsando.

Melhor dia e hora para compartilhar o trabalho em redes sociais para fotógrafos

Vou ser bem objetivo com relação a esse assunto, mas é importante deixar claro uma coisa:

1 – Os dados abaixo são baseados em estudos realizados, mas não podem servir como regra determinante em seu negócio.
2 – Como falei no começo deste artigo, é fundamental que você faça testes para ver o que melhor se aplica em suas postagens.

Se você quiser saber o melhor dia e hora para postar nas redes sociais, veja esse infográfico criado pela Hubspot

Fotografia Mais - como publicar nas redes sociais

Conclusão

As estratégias de redes sociais para fotógrafos são fundamentais no mundo digital de hoje. Se você tinha dúvidas sobre qual rede social trabalhar, este artigo tinha o objetivo de esclarecê-las e te orientar na escolha da rede social que mais se aplica ao seu negócio.

E você? Já usa alguma rede social na fotografia que foi citada neste artigo? Existe alguma outra que você gostaria de compartilhar conosco?

Escrito por Equipe Fotografia Mais

Equipe de Fotógrafos, redatores e designers responsáveis por conteúdos exclusivos e de alta qualidade sobre fotografia para o mercado brasileiro.

101 posts

6 Comments

Leave a Reply
  1. Ola Rafel,
    Gostei muito do artigo. Parabens !
    Veio de encontro à algo que tem me incomodado que è ter uma participacao mais profissional nas redes sociais.
    Grande abraço

  2. Grato por compartilhar esses conhecimentos estou desenvolvendo meu site e estou a procura de informações relacionadas para aplicar em meu negócio…. ajudo bastante as informações…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Quero ser cadastrado na LISTA VIP