Posted in:

Tipos de Câmeras Fotográficas: Conheça os Tipos de Câmeras Digitais e Escolha o Melhor Modelo

tipos-de-cameras-fotograficas-tipo-de-camera-digital-fotografo-profissional-semi-profissional-maquina-fotografica

Quais sãos os tipos de câmeras fotográficas para fotografia profissional? Qual tipo de câmera digital escolher na hora de fotografar? Confira neste post!

Desde o surgimento da fotografia como a conhecemos atualmente, as câmeras fotográficas viraram objeto de desejo de milhares de cidadãos.

Mas você sabia que, após quase meia década após sua popularização, existem centenas de diferentes tipos de câmeras digitais?

Isso significa que não existe apenas uma melhor câmera digital; depende totalmente de seus interesses e objetivos.

tipos-de-cameras-fotograficas-maquina-fotografica-digital
Quais sãos os tipos de câmeras fotográficas digitais?

Isso acontece porque cada tipo de câmera digital possui suas funções específicas que podem ser relacionadas a diferentes tipos de atividades fotográficas. De certo modo, cada câmera digital precisa corresponder ao perfil de seu portador.

Digamos que você não precisa de uma Ferrari se seu objetivo é apenas rodar pela cidade. Com as câmeras fotográficas funciona do mesmo jeito: não há nenhuma necessidade de possui uma superprofissional apenas para usar de vez em quando.

Há por aí diversos tipos de câmeras digitais, que vão das compactas – sim, aquelas que foram febre no início dos anos 2000 – às de ação, voltadas para as pessoas mais aventureiras e que estão sempre em movimento enquanto gravam tudo por onde percorrem.

Por isso, na hora da compra é sempre bom se atentar a todos os detalhes – especialmente se ela realmente combina com você.

Tipos de Câmeras Digitais

Este artigo propõe apresentar os melhores tipos de câmeras digitais disponíveis no mercado e te ajudar a escolher o melhor modelo, baseado nos seus interesses e perfil.

Serão mostrados todos os possíveis detalhes sobre cada espécie de câmera digital, como seus melhores modelos e se vale a pena o investimento, suas características e funções, os pequenos detalhes, a faixa de preço e principalmente a quem se destina.

tipos de câmeras digitais
Tipos de câmeras fotográficas: como escolher?

Tipos de Câmeras Fotográficas: Câmeras Digitais Compactas

Se lembra no início do século, quanto você ou sua família estava substituindo a velha e boa câmera analógica por uma digital bem básica e até um pouco pequena?

tipos-de-cameras-fotograficas-tipo-de-camera-digital-fotografo-profissional-semi-profissional-maquina-fotografica-dicas

Então, estas são conhecidas como câmeras digitais compactas.

Há várias explicações sobre o motivo da população em geral substituir as antigas pelos tipos de câmeras digitais, mas a principal é o número quase ilimitado de fotografias possíveis.

Na verdade, se manter seu cartão de memória sempre vazio, guardando as fotografias em um computador, o número de fotografias é infinito.

Além disso, as câmeras digitais (de todos os tipo e modelos) não precisam ser reveladas, já sendo possível visualizar a fotografia na tela da câmera.

Isso fez com que a população economizasse muito, mesmo pagando caro na câmera, visto que revelar a foto e comprar novos filmes não podia ser feito com extrema frequência.

Como não há limites no número de fotografias, isso possibilita fazer testes com diferentes regulagens. Mas nas câmeras compactas, não são todos os modelos que existe essa possibilidade.

Uma grande mudança para quem migrou da câmera analógica para a digital é a pré-edição que pode ser feita na câmera.

Exemplo disso é o adicional de retratos ou os modos Paisagem, Noturno e Retrato, onde pode aproximar a fotografia do cenário original.

A qualidade das imagens, por sua vez, é muito boa, variando de uma média de 15 a 20 megapixels, o que se assemelha às câmeras dos celulares de última geração.

Em geral, as câmeras compactas são muito boas para os fotógrafos de final de semana, que gostam de registrar suas viagens, as festas com a família, momentos casuais e coisas do gênero.

É um bom tipo de câmera, mas está longe de ser uma profissional. Os lados positivos dela é a portabilidade e a simplicidade, visto que foram desenvolvidas para fotógrafos iniciantes ou casuais.

Um detalhe importante é a ausência de visor frontal, que entra como um ponto negativo das câmeras compactas.

Além disso, é importante ressaltar que uma câmera compacta básica custa cerca de R$ 300, enquanto as mais avançadas podem alcançar a casa dos R$ 1.000. Já as profissionais podem superar os R$ 3.000.

Uma câmera compacta indicada para quem quer uma básica, boa e barata é a Canon A3100IS, que está na casa dos R$ 400 e possui mais de 12 megapixels de resolução.

Um pouco melhor é a Canon Powershot SX400IS, que contém 16 megapixels e diversas funções manuais.

Agora se você tem uma grana para investir e queira algo um pouco mais profissionais, a Nikon Coolpix S9900, que possui ainda mais funções e conecta a internet via Wifi, é uma boa indicação. Seu preço está em torno de R$ 1.200.

Mas e aí, vale a pena comprar uma câmera compacta?

Depende da situação. Se a ideia é gastar pouco para ter uma câmera de boa qualidade e só, vale o investimento. Mas se pretende comprar uma mais cara, na casa dos R$ 1.000, acredito que não.

Neste caso, vale a pena comprar um bom celular (que, além da câmera, é possível baixar bons editores de foto) ou investir ainda mais dinheiro em um outro tipo de câmera, que vamos tratar nos capítulos a frente.

Tipos de Câmeras Fotográficas: Câmeras Superzoom

Conhecidas também como Bridge, as câmeras superzoom possuem esse nome porque estão entre as câmeras amadoras, como as compactas, e as profissionais.

tipos-de-cameras-fotograficas-tipo-de-camera-digital-fotografo-profissional-semi-profissional-maquina-fotografica

A etimologia delas explica essa transição: “bridge” vem da língua inglesa e significa “ponte”, indicando esse patamar mediano que as câmeras superzoom se encontram.

Além disso, o nome dela já demonstra qual é a grande diferença dela: o zoom.

A superzoom pode aumentar a imagem de 20 a 36 vezes em alta resolução. Importante explicar que algumas câmeras compactas também realizam zoom em até trinta vezes, mas com uma qualidade bem inferior às câmeras superzoom.

Sua aparência mais profissional, com a lente a frente de sua superfície base, é outro indício de uma maior qualidade em relação às compactas.

Diferentemente dessas, alguns tipos de câmeras digitais superzoom possibilita modificar manualmente as características das fotos, se aproximando muito das super câmeras profissionais.

A grande maioria dos modelos das câmeras superzoom oferecem recursos profissionais, como regular o ISSO e White Balance – sem citar o seu poderoso zoom.

Mas melhor ainda é poder regular o diafragma e obturador da câmera, possibilitando uma foto com uma maior qualidade.

Além disso, é daí que começam as “aulas práticas” de fotografia, aprendendo quando aumentar ou diminuir a entrada de luz ou o tempo de exposição.

Tal disposição de câmera possibilita uma exploração maior de todas suas características e descoberta do possível talento do fotógrafo.

As câmeras superzoom, em questões de qualidade, estão distantes das profissionais, mas todos seus aparatos ajudam – e muito – o seu usuário a aprender melhor sobre fotografia.

Outra característica é que boa parte dos modelos de câmeras superzoom permite o encaixe de acessórios, como o flash externo e de lentes. Mas atenção: apenas o encaixe de lentes, pois não é possível alterar a lente da superzoom, pois ela é embutida na base da câmera.

Pensando nisso, profissionais desenvolveram lentes para esse tipo de câmera, mas, como já era esperado, a qualidade não é tão boa quanto as originais.

Além dos adaptadores de lentes, algumas câmeras superzoom possuem telas de LCD, como uma filmadora profissional. Isso ajuda no momento de focar no objeto principal da foto.

As câmeras superzoom são, basicamente, uma evolução das compactas. Com isso, claro, seu preço aumenta.

Entretanto há modelos que também estão na casa dos R$ 1.000, então ela é, de certo modo, acessível, apesar de existir as que ultrapassem a casa dos R$ 5.000.

Elas são indicadas para fotógrafos que pretendem aprender mais sobre fotografia enquanto fotografam, o que é mais complicado com um celular ou uma compacta.

Por isso, se o motivo for realmente aprender colocando em prática, investir numa superzoom vale a pena. Caso já tenha conhecimento o suficiente, guarde um pouco mais de dinheiro e compre uma profissional.

E, se por acaso, a ideia ainda for ser um fotógrafo casual, com o preço de uma superzoom é possível adquirir um super celular que irá corresponder às suas expectativas.

Tipos de Câmeras Fotográficas: Câmeras Mirrorless

Tradução literal para “sem espelho”, as câmeras mirrorless não possuem prismas e espelhos posicionados à frente do sensor responsável por enviar a imagem para o viewfinder. O que significa isso?

tipos-de-cameras-fotograficas-tipo-de-camera-digital-fotografo-profissional-como-escolher

Microscopicamente falando, a imagem levada ao sensor não sairá exatamente igual. Mas não se preocupe, mesmo “defeituosa” a qualidade da foto é superior às das câmeras compactas e superzoom.

Em outras palavras, só é perceptível para quem realmente entende MUITO do assunto.

Os tipos de câmeras mirrorless funcionam com a imagem viajando diretamente ao seu destino, sem a intermidiação dos tais espelhos e prismas (que serão explicados melhor nas câmeras DSLR).

Isso torna as máquinas bem mais leves – ne verdade, extremamente mais leves.

Existem também as mirrorless compactas, que possuem o corpo mais fino e são realmente muitomais leves do que as DSLR, por exemplo. Essas oferecem os mesmos ajustes manuais e características das não-compactas – claro, dependendo do modelo

Sobre suas características, são de uma linha semi-profissional. Então são bem superiores as intermediárias, como as superzoom.

Possuem mais detalhes de ajustes manuais, além de mais opções do que fazer durante a fotografia. Como elas não possuem os espelhos, possuem um visor (em alguns casos em LCD) que ajuda na hora de uma fotografia mais ajustada.

Os videos dos tipos de câmeras mirrorless são realmente muito superiores às anteriores. Costumam gravar na melhor qualidade pois possibilita uma captura mais precisa. Isso porque seu foco automático é mais preciso do que as DSLR que são mais sensíveis, por exemplo.

Em relação a energia consumida, os tipos de câmeras fotográficas mirrorless costumam usar baterias pequenas e, deviso ao visor LCD, é de se esperar que gastem muito mais energia do que o normal.

O monitor LCD costuma atender a expectativa da grande maioria dos portadores de uma câmera mirrorless, substituindo totalmente o visor presente em algumas consideradas superiores. Claro que isso vai de fotógrafo para fotógrafo.

Mas mesmo assim alguns modelos permitem a adaptação de um visor, deixando as mirrorless mais semelhantes como os de linha profissional.

Um dos fatores que pesam a favor das câmeras mirrorless é exatamente a ausência dos espelhos, visto que estes são mais suscetíveis à quebra.

Então podemos afirmar que as mirrorless possuem a vida útil maior do que os modelos que agregam prismas e materiais semelhantes em sua composição.

É um pensamento simples: quanto menos componentes, é uma peça a menos que pode estragar.

Os preços dos tipos de câmeras digitais mirrorless são competitivos com o mercado e são próximo ao valor das compactas e superzoom avançadas.

Uma Nikon 1 J5 com lente 10-30mm, por exemplo, está na casa dos R$ 2.500.

Já uma Samsung NX500 com lente 16-50mm e resolução máxima de 6480 x 4320 fica na faixa de pouco mais de R$ 4.000.

Também há as mais caras, por volta de R$ 8.500, com lente 18-55 mm e a resolução máxima de 4896 x 3264.

As câmeras mirrorless são extremamente boas, mas não possuem características de uma mais profissional. Então é muito mais uma questão pessoal sobre ter ou não determinada função.

Se o visor não fizer falta, então ela vale muito a pena. Lembrando que as mirrorless possuem o sistema de troca de lente, possibilitando novos horizontes aos fotógrafos.

Tipos de Câmeras Fotográficas: Câmeras DSLR

Voltadas para profissionais ou para aquele amadores mais entendidos do assunto, os tipos de câmeras DSLR possuem um visual inconfundível, por causa do seu visor no meio superior de sua base.

A sigla é a abreviação Digital Single Lens Reflex, o que significa que a imagem observada no visor óptico veio diretamente da lente e foi refletida internamente por seu sistema de espelhos.

Em outros termos, a foto dos tipos de câmeras DSLR são muito mais naturais.

tipos-de-cameras-fotograficas-tipo-de-camera-digital-fotografo-profissional-profissional-maquina-fotograficaA qualidade das fotos das câmeras DSLR são bem superiores às das câmeras já citadas. Por exemplo, alguns de seus modelos podem possuir até 50 megapixels de resolução.

Em questões gerais, é uma linha profissional e voltado a quem entende bastante de fotografia. Possui todas as características de uma mirrorless, só que com um sistema muito mais avançado.

Os tipos de câmeras DSLR, em contra-partida, não são tão boas como as mirrorless quando o assunto é gravação de vídeos.

Isso porque os espelhos e prisma internos interferem na forma que o sensor/gravador opera na hora de gravar o vídeo.

Mas, para equilibrar, as baterias das DSLR duram muito mais, visto que essas operam de uma maneira mais analógica e menos digital.

A grande característica das câmeras DSLR, além de seu visor óptico, é excelente qualidade da imagem, com uma resolução até quatro vezes maior do que uma boa compacta.

Elas também possibilitam usar tempos de exposição menores, diminuindo o obturador ainda mais.

Além disso, os tipos de câmeras DSRL possuem um leque de opções muito grande quando o assunto é lentes. Elas se adaptam com muita facilidade e com alta qualidade aos mais variados acessórios, como filtros e flashes.

Entretanto as principais marcas de câmeras DSLR produzem tipos de câmeras fotográficas que só se adaptam às lentes de sua própria marca. Isso acontece para não favorecer a concorrência.

Então é importante se lembrar que na hora de escolher uma câmera deste tipo é necessário pensar nas lentes, visto que dificilmente uma lente de uma marca X funcionará em uma câmera de outra marca.

Os controles manuais das câmeras DSLR são bem precisos e bem aprofundados, dando ao fotógrafo maior controle sob o resultado final da fotografia.

O seu sistema interno funciona de uma maneira bem veloz, não interferindo negativamente no trabalho do profissional.

Com tantas qualidades, claro que o preço não é muito em conta. Há os mais “em conta”, como Sony Alpha DSLR, que fica por mais ou menos R$ 3.000.

Existem opções mais caras, exemplo é a Nikon D7100, que está por R$ 4.000.

Caso você ostente bastante, pode investir em uma Canon EOS 7D Mark II, que está no mínimo e sem promoção por R$ 10.000.

Um ponto negativo é seu tamanho e peso, que são bem elevados. Por serem máquinas geralmente utilizados por profissionais, os tipos de câmeras digitais DSLR então muitas vezes está acompanhado de seu jogo de equipamentos, como tripé portátil, lentes e afins.

Isso torna o trabalho de carregá-las por aí bem difícil, além de chamar muito a atenção de todos.

Os tipos de câmeras DSLR são totalmente indicadas para quem trabalha como fotógrafo e entende bastante da fotografia como um todo.

Não vale o investimento se ainda está aprendendo, especialmente por ela ser bem mais complexa do que as outras, então começar os estudos com ela pode ser um desserviço.

Claro que é possível aprender utilizando uma DSLX, mas será muito mais fácil começar pelo básico ou intermediário.

A complexidade destes tipos de câmeras profissionais podem facilmente confundir um amador ou alguém no início do aprendizado.

Tipos de Câmeras Fotográficas: Câmeras de Ação

Criadas para acompanhar pessoas que vivem se movimentando e que não querem carregar muito peso, os tipos de câmeras de ação são a escolha ideal para quem gosta de se aventurar.

É verdade que são excelentes em qualquer situação – e não apenas quando está fazendo uma trilha, por exemplo -, mas sua função inicial realmente foi acompanhar a alta movimentação.

Seu modelo possibilita um avançado sistema de estabilização, ocasionando em vídeos pouco tremidos gravados nas condições mais complicadas (mesmo quando gravados em situações de corrida, por exemplo).

tipos-de-cameras-fotograficas-tipo-de-camera-digital-fotografo-profissional-maquina-fotografica

A resistência das câmeras de ação é invejável, visto que foram desenvolvidas para acompanhar os impactos das atividades. Há espaços em seu designe para fixar suportes, auxiliando no momento de fotogravar e gravar.

Suas características são bem variadas, podendo se equiparar à diversos tipos de fotografia e suas qualidades. Desde de as compactas às LSDR, cada câmeras de ação variam muito suas qualidades de modelo para modelo. Em algumas é possível até encontrar monitor LCD.

Para exemplificar, abaixo está as características de três das melhores câmeras de ação disponíveis no mercado.

A GoPro Hero4 Black é considerada por boa parte dos usuários a melhor. Possui capacidade para fotos de até 12 megapixels, mas compensa com vídeos de qualidade até 4k. Essa GoPro é a prova de água e suporta condições atmosféricas extremas, além de funcionar de uma a três horas de utilização consecutiva. O preço varia de R$ 1.500 a R$ 2.000.

A Drift Innovations Ghost-S possui um designe mais pesado que as outras câmeras de ação, entretanto sua bateria tem uma maior duração, em comparação. Ela consegue gravar em até 240 fps (frames por segundo), que é a definição mais alto do mercado e sua resolução é em HD, de até 1080p. Ela pode ser encontrada por volta de R$ 1.200.

Já a Sony FDR-X1000V é bem pequena e suporta a pressão de até dez metros submersa. Possui um alto campo de visão, alcançando até 170º, conseguindo filmar e fotografar uma grande área pouco se movimentando. Consegue gravar vídeos 4K a 30 fps e vídeos em câmera lenta em 1080p a 120 fps, ou vídeos em 720p a 240 fps. O preço, em comparação com as outras duas, é o mais caro: varia entre R$ 2.000 e R$ 2.400.

Os tipos de câmeras de ação estão no mercado para basicamente isto: acompanhar aventureiros por todos os lugares.

Mas cada vez mais elas estão ganhando o espaço do público menos nômade, pois são de alta qualidade, possuem um preço acessível e são fáceis de carregar.

Conclusão: Melhores Tipos de Câmeras Digitais 

tipos-de-maquina-fotografica

Ter uma das melhores câmeras digitais realmente ajuda muito na hora de fotografar.

Suas características podem ser o diferencial entre uma foto bem tirada e uma mal, mas sabemos que o maior ponto não é a câmera e sim o fotógrafo.

Especialmente quando este está acompanhado de um tipo de câmera fotográfica que é mais seu perfil, o fotógrafo consegue obter um melhor resultado.

O estudo ainda é a parte mais importante para um fotógrafo. Por melhor que seja sua câmera digital, não vai conseguir tirar muito proveito se não tiver os conhecimentos e técnicas necessárias para isto.

Uma boa dose de concentração, paciência e leitura ajudam muito o fotógrafo a obter as melhores fotografias. O estudo também pode te indicar qual é a melhor câmera digital para você.

Mas antes de tudo tem algo que é ainda mais importante: não apenas gostar de fotografia, mas sim amá-la como uma arte ou uma profissão.

Tal devoção é que abastece o sonho de fotógrafos do mundo todo de cada vez mais melhorarem suas técnicas e, como consequência, suas fotos. De pouco adianta um bom equipamento, estudos, mas não gostar de verdade do que faz.

Quer mais dicas sobre fotografia? Leia estes outros artigos:

E então, você já sabe quais tipos de câmeras fotográficas você precisa? Vai adquirir um equipamento fotográfico usado ou novo? Tipos de câmeras semi-profissional ou profissional? Quais acessórios fotográficos você mais utiliza?

Divida conosco nos comentários e não deixe de perguntar tudo sobre fotografia e se ainda ficou com alguma dúvida!

 

Escrito por Equipe Fotografia Mais

Equipe de Fotógrafos, redatores e designers responsáveis por conteúdos exclusivos e de alta qualidade sobre fotografia para o mercado brasileiro.

72 posts

4 Comments

Leave a Reply
  1. Muito da qualidade da câmera está na adaptação do fotográfo com ela. Parabéns pelo post! Eu gostei muito. Acho que encontrar a camera ideal só não é mais difícil que fazer as locações de estúdios fotográficos, que são sempre difíceis de encontrar. Você tem alguma dica pra saber se o estúdio é bom, alias?

    • Oi, Gabriella. Obrigado pelo carinho. Bom, pra saber se o estúdio é bom, pergunte quantos metros quadrados ele têm (e veja se é suficiente pra você), quais equipamentos o fotógrafo vai te oferecer (se é que ele vai), qual a estrutura do local (banheiro pra pessoa fotografada se trocar, etc), e também o preço (o ideal é não arcar com os custos; coloque o valor no preço final). Espero ter te ajudado :)

  2. Uma câmera boa realmente ajuda, mas a pecinha atras também importa muito, conheço muita gente com uma t3i e uma 18 55 fazendo fotos bem melhores que alguém que tem uma 5d mark iii

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Quero ser cadastrado na LISTA VIP