Posted in:

Color Grading na Fotografia: O Que é e Como Aplicar nas suas Fotos

color granding

O color grading é um processo muito importante em fotografias, vídeos ou filmes. O objetivo é apenas um: tirar melhor proveito das cores para ajustar uma imagem e criar um estilo único.

As cores são uma parte fundamental em qualquer peça visual. Por isso, existem uma série de cuidados que você deve ter ao corrigi-las.

Vários atributos podem ser aprimorados em um processo de color grading, como por exemplo contraste, cor, saturação, detalhes, nível de preto e branco.

Com essas mudanças, você pode adotar um estilo único (look), como mudar ambientes ou até mesmo contar uma história através das cores. Por isso, é muito importante que você entenda bem esse processo.

No artigo de hoje, vamos explicar para você o que é color grading, como funciona e principalmente como aplicar isso em seu dia a dia profissional.

Índice

  1. O que é color grading?
  2. Softwares que podem ser utilizados no color grading
  3. Dicas para acertar no color grading
  4. Vale a pena fazer um curso de color grading?
  5. Termos do color grading que você precisa entender
  6. Galeria de inspiração para color grading
  7. Conclusão

Se tiver qualquer dúvida, deixe o seu comentário no final do artigo!

Boa leitura!

O que é color grading?

color granding o que é

Como dito, o color grading é um processo de alteração das cores de uma fotografia, vídeo ou filme.

Esse ajuste da imagem serve para melhorar o visual, normalmente com algum objetivo técnico e/ou artístico.

Se você é um amante do cinema, com certeza deve ter percebido que as cores de um filme ajudam a contar a história além das palavras.

As cores expressam sentimentos, indicam sensações e podem ajudá-lo a se expressar além do óbvio.

Por isso, se você é fotógrafo ou film maker, é importante que você domine esse conceito e passe a contar a história dos seus clientes através do color grading.

No mercado de filmes e vídeos, o color grading é responsabilidade de um profissional bem específico: o colorista.

Esse profissional é fundamental em qualquer filme. Você pode ver um exemplo do seu trabalho abaixo:

color granding filme

O filme Matrix conta com um color grading marcante esverdeado

Neste exemplo, o color grading tem um papel muito útil na história. Quando os personagens estão na Matrix, as cores tem uma tonalidade diferente. Isso ajuda a ambientar o espectador e dar clima ao filme.

Essas cores não seriam possíveis de forma prática. Então, elas são ajustadas na pós-produção. Assim, o papel do color grading é como aplicar filtros em imagens, mas claro, de forma mais complexa e planejada.

Qual é a diferença entre color grading e color correction?

Essa é uma dúvida muito comum no mercado. A correção de cor também é importante, mas trata-se de um processo bem diferente.

Na verdade, a correção de cor é o primeiro passo, que antecede o color grading. O seu papel é ajustar o material para ser o mais fiel da realidade, no momento da captura da imagem.

Para isso, é preciso ajustar manualmente a exposição e balanço de luzes. Cada peça é ajustada para chegar a uma determinada temperatura de cor definida previamente.

É um processo bem técnico e o uso de scopes é essencial como por exemplo o Waveform, Vectorscope e Parade.

Acontece que as câmeras carecem de ajuste para reproduzirem a cor de maneira mais fiel. Diversos fatores podem afetar as cores reais de um material, como o ambiente, as luzes e sombras que incidem no material.

Por isso, é importante que o processo de color correction seja feito com cuidado, para que o color grading seja realizado em cima de um material fiel à realidade.

Softwares que podem ser utilizados no color grading

programas color granding

Para realizar um processo de color grading, você precisará do software correto. Existem diversas opções no mercado, umas são mais complexas e caras, outras são mais simples e acessíveis.

Então, você deve avaliar qual é o seu objetivo com color grading.

Afinal, essa atividade pode ser extremamente profissional e complexa ou pode se tratar apenas de aplicar um filtro simples. Tudo depende de você e suas necessidades.

O importante é que você sempre utilize programas 100% licenciados.

Lightroom

Se você é fotógrafo, é possível realizar todo o color grading no Lightroom. É bem simples tratar imagens neste programa.

Ele é indicado para amadores e profissionais. Você pode baixá-lo para fazer color grading em imagens estáticas com uma assinatura de R$ 35 por mês.

Você pode ver um vídeo exemplificando um processo de color grading no Lightroom abaixo:

Também é possível aplicar presets de cor nas imagens. Mas tome cuidado com eles, os presets não substituem o processo de color grading manual. Eles apenas o tornam mais eficiente.

Da Vinci Resolve 15

Essa é uma das ferramentas mais utilizadas no mundo para color grading em filmes e vídeos, sendo um dos programas favoritos dos profissionais de Hollywood.

Além disso, esse aplicativo também reúne outras funcionalidades super completas como por exemplo a edição de vídeo, tratamento de áudio, efeitos visuais avançados e muito mais. Você pode saber mais acessando o site oficial e vendo o vídeo abaixo:

O programa é gratuito para um usuário único e a versão studio custa US$299. Essa versão permite a colaboração de vários profissionais em um mesmo projeto. O que pode ser necessário em jobs que demandam um grande trabalho em equipe.

Adobe After Effects

Se você deseja um software mais básico e acessível, o Adobe After Effects é uma boa opção. Ele é um software de aprimoramento e efeitos visuais em vídeos.

Você pode assinar apenas o After Effects por R$ 71 por mês ou então assinar todos os aplicativos da Adobe por apenas R$ 175 ao mês.

Veja abaixo um exemplo de ajuste de cor feito no programa:

Dicas para acertar no color grading

color granding dicas

A dica mais importante é saber qual é o efeito que você deseja com cada aspecto da imagem.

Por exemplo, se você está fotografando ou filmando uma cena romântica, cores mais quentes podem reforçar esse sentimento de carinho do casal.

Se a imagem que você está editando é de uma banda de rock, você pode optar por uma paleta de cores mais escura, com mais contraste e sombras.

Tudo depende do estilo desejado.

Veja mais dicas abaixo:

Ajuste os níveis de preto primeiro

Esse é o primeiro passo. Afinal, depois de ajustar o nível de preto, você definirá a base de toda a sua imagem. Ao mexer no preto e branco, toda waveform é alterada.

Assim, você deve equilibrar o preto e o branco juntos para ter uma base boa para o restante do trabalho.

Os tons médios não afetam essa fase. Assim, deixo-os por último.

Os tons médios serão a maior parte do seu trabalho

Os tons médios são uma etapa fundamental no color grading. Afinal, eles são responsáveis pelo tom de pele. Assim, se o seu material envolve pessoas (como acontece na maioria das vezes), você precisa investir tempo nessa fase.

Muitos iniciantes cometem o erro de apenas ajustar a exposição para mudar o tom de pele. Esse ajuste não é efetivo porque assim toda a cena é alterada, e não apenas o que você deseja.

Um bom tom de pele tem uma exposição média em seu IRE entre 60 e 70 na waveform.

Mas seja cuidadoso com os tons médios. Eles podem gerar muito grão na imagem (ruído).

Observe o trabalho de outros fotógrafos para entender as tendências

Se você deseja avançar no color grading e ter um estilo próprio, você precisa entender o que o mercado está fazendo.

Dessa forma, você saberá qual é o padrão mais comum e como pode você pode se destacar como fotógrafo.

No entanto, nunca se esqueça dos seus objetivos artísticos. Cada trabalho deve ter uma concepção própria.

Mesmo assim, é importante estar antenado.

Então, passe a prestar mais atenção aos fotógrafos e filmes de Hollwood a fim de entender qual color grading está sendo mais utilizado.

Entenda o software que você está usando

Hoje em dia, todos os editores são muito completos e oferecem uma extensa gama de possibilidades.

Mas para poder extrair o máximo de potencial dos seus arquivos e ferramentas, você precisará masterizar suas habilidades no editor.

A primeira dica é a mais importante: leia toda a central de ajuda.

A central de ajuda, ou help center, é o manual da ferramenta criado pela empresa que desenvolveu o software.

Se você deseja entender cada detalhe, é importante que você o leia por completo.

Depois disso, uma boa dica é procurar tutoriais e cursos de especialização em color grading.

Vale a pena fazer um curso de color grading?

Essa é uma ótima questão: será que vale a pena fazer uma especialização em color grading?

A resposta depende de você. Se você deseja se tornar um colorista de vídeos ou filmes, com certeza você deve buscar todos os atalhos possíveis na sua evolução profissional.

Você pode checar o site oficial do DaVinci Resolve para encontrar a lista de escolas oficiais do programa.

Mas também preparamos uma lista de cursos em destaque. Não existem muitas opções no Brasil, mas separamos as melhores para você.

Confira a seguir:

DaVinci Resolve – ProClass

A ProClass é uma renomada escola de pós-produção para foto e vídeo. Eles são autorizados pelos grandes desenvolvedores a ministrarem cursos de especialização.

O Curso inicial de DaVinci é uma ótima opção para você ser introduzido ao mundo do color grading. Ele conta com 12 horas de duração e é feito presencialmente.

O valor do curso é de apenas R$ 700 que pode ser parcelado em até 10x sem juros.

DaVinci Resolve – OZI

A OZI é uma das maiores escolas online de audiovisual. O curso deles de DaVinci já possui quase 5 mil alunos. Ele conta com 9 horas de duração e serve para introduzir o color grading e o DaVinci Resolve.

Esse curso online custa apenas R$ 297.

Termos do color grading que você precisa entender

color granding

Como toda área técnica, existe uma série de termos que são muito utilizados, seja em conversas com outros profissionais ou dentro dos próprios editores.

Se você deseja se tornar um colorista amador ou profissional, você deve entender não somente o significado de cada um deles, mas também sua função prática no color grading.

Preparamos uma lista com os mais utilizados a seguir:

Hue (ou matiz)

A matiz é uma das principais propriedades de uma cor.

Ela permite a classificação das cores e a distinção de uma da outra através de nomes como vermelho, azul, violeta e etc.

Na teoria das cores, hue se refere à cor “pura”, sem adição alguma de branco ou preto.

Saturation ou Saturação

A saturação de cor refere-se à intensidade da cor em uma imagem. Em termos técnicos, é a expressão da largura de banda da luz de uma fonte.

O termo matiz refere-se à cor da própria imagem, enquanto a saturação descreve a intensidade (pureza) desse matiz.

Luma

No vídeo, o luma representa o brilho em uma imagem (a parte “preto e branco” ou acromática da imagem).

Luma é tipicamente combinada com crominância.

A crominância é um dos dois elementos que conformam um sinal de vídeo, junto com a luminância. A crominância refere-se ao valor das cores, enquanto a luminância se refere às luzes “branco e preto”.

Stop ou exposição de luz

Esse é um conceito bem conhecido pelos fotógrafos.

O termo “stop” é muito utilizado para medir a mudança relativa ao brilho da luz em uma cena.

Assim, cada stop para mais representa o dobro de luz e cada stop para menos representa metade da luz.

Você pode ajustar quantos stops ou frações de stops uma cena pode ter regulando a velocidade do obturador, abertura da lente e ISO da sua câmera.

Dynamic Range (alcance dinâmico)

Alcance dinâmico tem a ver com o potencial de captar luzes muito fortes e sombras muito escuras em uma mesma imagem, sem perder informação nessas áreas de alto contraste.

Técnicas foram criadas para ampliar o alcance dinâmico das imagens digitais, a mais conhecida é o HDR.

LUT

LUT significa LookUpTable e é usado em color grading para transformar uma imagem crua em um perfil de cor desejado para saída. De forma bem resumida, um LUT pode funcionar como um preset de Lightroom.

Mas a simples aplicação de um LUT não completa o processo de color grading. Ele vai muito além disso, você precisa entender a imagem que tem e customizar o LUT para chegar no resultado final esperado.

Ajuste de níveis

Com o ajuste de níveis, você pode corrigir a faixa de tons e o equilíbrio de cores de uma imagem, vídeo ou filme.

Com eles, você pode ajustar os níveis de intensidade das sombras, tons médios e realces da imagem.

Ajuste de curvas

No Ajuste de curvas, você pode ajustar os tons de uma imagem. Normalmente é representado por um gráfico em formato quadrado.

Esse gráfico deve possuir uma linha reta que vai do canto inferior esquerdo ao canto superior direito.

Essa linha é chamada de Curva, justamente porque você pode curvá-la para ajustar zonas de luz e sombra de uma imagem.

Cada zona do gráfico permite ajustar uma região da imagem com base na tonalidade, que são as zonas de luminosidade ou sombreamento/escuridão (ou os canais de cor individuais).

A parte inferior do gráfico faz ajustes nas sombras; o topo representa os highlights, e os tons médios se encontram no intermédio.

Balanço de Branco

Esse é um atributo muito importante no processo de color correction. O nosso cérebro ajusta automaticamente a cor de um ambiente. No entanto, se esse ajuste não for feito manualmente na câmera, você pode ter uma imagem excessivamente fria (“azulada”) ou quente (“amarelada”).

O nível de balanço de branco é medido em kelvins. Quanto menor for o grau de kelvins, mais quente uma imagem tende a ser e quanto mais alto, mais fria.

Sharpness (ou nitidez)

Na fotografia, isso significa uma percepção subjetiva de nitidez relacionada ao contraste das bordas de uma imagem. A nitidez também está relacionada com a amplitude derivada do brilho em relação ao espaço.

Galeria de inspiração para color grading

Como dito, o processo de color grading, além de técnico, é artístico. Então, você precisa de criatividade e inspiração para conseguir resultados diferenciados.

Por isso, preparamos alguns exemplos de color grading para inspirar o seu próximo trabalho. Confira a seguir:

color granding
Color Grading de Gravidade (2013)
color granding filme
Color Grading de Batman: Cavaleiro das Trevas (2008)
color grading
Color grading de Ghost Busters (1984)
color grading
Color grading de Procurando o Nemo (2003)
Color grading
Color grading de  O lobo de Wallstreet  (2013)

Conclusão

Pronto para aplicar o color grading em seus trabalhos?

O Color Grading consiste no processo de aplicar um LOOK em uma imagem, seja ela uma fotografia, vídeo ou filme.

Para realizar um color grading profissional, você deve dominar uma série de técnicas como ajuste de curvas, níveis, hue, saturação e mais.

fotografia Color grading

Você pode estudar apenas o básico desse processo para melhorar sua pós-produção ou masterizar essa habilidade de edição e se tornar um colorista.

Tudo depende dos seus objetivos como profissional.

Continue lendo esse outro artigo do nosso blog para conferir uma lista completa de livros de fotografia.

Se ficou com qualquer dúvida, você pode deixar o seu comentário abaixo!

Escrito por Equipe Fotografia Mais

Equipe de Fotógrafos, redatores e designers responsáveis por conteúdos exclusivos e de alta qualidade sobre fotografia para o mercado brasileiro.

144 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Quero ser cadastrado na LISTA VIP