Posted in:

Configuração da Câmera: Guia Completo para Aproveitar seu Equipamento

Configuração da Câmera

Neste post, você vai aprender tudo o que precisa sobre a configuração da câmera fotográfica!

Diversos fotógrafos se perguntam quais são as configurações da câmera necessárias para conseguir obter os melhores resultados possíveis em seus cliques.

Existem diversos tipos de câmera com modos específicos, o que acaba tornando a fotografia mais rápida ou mais fácil, principalmente para iniciantes.

Apesar de não existir uma regra que funcione para todos os tipos de ambientes e fotos, existem configurações comuns que vão fazer você arrasar nos resultados das suas imagens.

Nikon e Canon: Quer saber qual é a melhor marca de câmera e acessórios? Então, clique aqui e acesse esse guia completo que preparamos para você!

Índice

  1. Entenda melhor a configuração da câmera DSLR
  2. Configuração geral da câmera
  3. Configuração da câmera para diferentes sessões
  4. Configuração da câmera do celular
  5. Configuração de câmera opcional
  6. Onde encontrar maiores instruções sobre a configuração da câmera
  7. Conclusão

Entenda melhor a configuração da câmera DSLR

Configuração da Câmera

Para entender melhor as configurações da câmera, você precisa conhecer quais são as universais, presentes na maioria das marcas e modelos disponíveis no mercado:

  • Qualidade da imagem: RAW
  • Gravação RAW: Lossless Compressed (quando disponível)
  • Equilíbrio de brancos: Auto
  • Controle de Imagem / Estilo de Imagem / Estilo Criativo / Simulação de Filme: Padrão
  • Espaço de cores: RGB
  • Redução de ruído de exposição longa: em
  • Alta redução de ruído ISO: desligado
  • Active D-iluminação / DRO, HDR, Correções de lentes (Controle de vinheta, Controle de Aberração cromática, Controle de Distorção, etc.): Desligado

Estas configurações da câmera são as mais importantes. Assim, a primeira coisa que você precisa fazer é selecionar o formato do arquivo apropriado: RAW.

Caso exista uma configuração para escolher a compressão RAW, opte sempre pela “Lossless Compressed”. Isso porque ela ajuda na redução da quantidade de espaço que os arquivos RAW ocupam.

Já o controle de imagens, por exemplo, não influenciam diretamente as imagens em RAW. Ele só afeta a forma como a imagem aparece no LCD da sua máquina digital.

Assim, é indicado que você mantenha um perfil padronizado sem modificar outras configurações, como contraste, shapening (afiação) e saturação, já que elas só são importantes se suas imagens estiverem no formato JPEG.

Não se preocupe com as configurações de equilíbrio do branco ao gravar RAW, já que é possível modificá-los depois.

Além disso, o ideal é que você mantenha ativada a “redução do ruído de exposição longa”. Isso porque essa configuração afeta suas fotos em formato RAW em longas exposições.

Assim, ela diminui o ruído presente nas imagens ao passo que aumenta o tempo de captura de uma foto.

Você também pode desligar as otimizações de alcance dinâmico, outras correções de lente na câmera e opções de redução de ruído, já que elas não influenciam a qualidade das fotografias RAW.

Configuração geral da câmera

configuração da camera fotografia

Confira agora como configurar a sua câmera:

Qual o melhor modo de disparo?

Existem dois modos de disparo: o manual e o automático.

No manual, todos os ajustes são feitos por você. Assim, a sua câmera apenas obedece ao que foi pedido. Para usar esse modo, é necessário possuir um domínio maior de fotografia, a fim de conseguir melhores resultados.

Nem todas as câmeras digitais possuem o modo manual completamente manual. Ou seja, algumas câmeras compactas permitem que você faça alguns ajustes, como ISO, área do foco e velocidade do disparo, por exemplo.

No entanto, outros ajustes são feitos automaticamente por ela, tornando-a semi-automática.

Já no modo automático, todos os ajustes são feitos pela câmera. Dessa forma, quando ela percebe o ambiente, realiza os cálculos necessários sozinha.

Porém, a precisam desse ajuste não é a mesma que a do modo manual. Isso acontece porque os ajustes que ela faz são programados para uma situação parecida com a atual, podendo sempre ser melhorados.

Foco: automático ou manual?

Para tornar o ato de focar mais fácil para os iniciantes, os fabricantes às vezes incluem um modo híbrido que muda automaticamente entre o modo de foco de área única (AF) e o modo de foco servo contínuo (AI). Esta mudança acontece apenas se o seu assunto estiver em movimento.

O modo híbrido, conhecido como pode ser uma ótima maneira de autofocar se você possui dificuldades em mudar constantemente entre um modo e outro.

Algumas Configurações de Câmeras também vêm com um modo “Auto AF”, que examina toda a cena e tenta focar o assunto mais próximo, ou um assunto que a câmera pensa que é importante.

O recomendável evitar o uso de tais modos para a maioria dos iniciantes, porque é melhor ter controle exato sobre o local onde a câmera foca do que deixa-la escolher o que é ou não relevante na cena.

Você pode conseguir isso mudando para o modo de área AF de ponto único, conforme explicado no artigo.

Depois de ter um único ponto para se deslocar no seu visor, você pode mover esse ponto de foco em seu quadro no assunto ou área de interesse a fim de mover o assunto para o ponto de foco:

Modo de medição na configuração da câmera

Apesar das configurações da câmera terem diversos modos de medição distintos, como medição ponderada no centro, medição pontual e medição matricial, para a maioria das situações o melhor modo é o matricial.

Isso acontece porque ele leva toda a cena em consideração, realizando um bom trabalho ao expor os seus assuntos.

Resolução da imagem e forma de armazenamento

Nem sempre mais megapixels significa uma qualidade melhor para a sua foto. Existem outros fatores que também interferem nesse aspecto, como tamanho do sensor de captura e tipos de lente.

Ou seja, se o seu objetivo não for transformar a sua foto em um banner ou outdoor, por exemplo, não existe a necessidade de tirar fotos com mais de 5 MP.

Acima desta resolução, diversos detalhes desnecessários são armazenados, o que acaba aumentando o tamanho do arquivo.

Espaço de cores

Um espaço de cores nada mais é do que um universo onde as cores existem. Assim, as cores que estiverem fora desse espaço não podem ser representadas.

Para imprimir, você pode usar o AdobeRGB e para web, sRGB.

Porém, na sua câmera, use sempre o AdobeRGB!

Na imagem abaixo, você pode conferir como o o AdobeRGB é um espaço de cor maior do que sRGB.

configuração da camera rgb

Redução de Ruído

Normalmente, não é necessário deixar redução de ruído no máximo para uma exposição normal. Você pode reduzi-la o quanto puder, já que dessa forma mais detalhes da sua foto serão salvos.

Além disso, a alta redução de ruído também acaba comprometendo a velocidade da câmera.

Porém, reduzir o ruído para longa exposição é bastante útil. Isso acontece porque uma imagem em longa exposição dificulta o trabalho do sensor, facilitando uma possível aparição do ruído na sua foto, principalmente nas partes escuras.

Correção de lentes

A abertura da lente afeta a maneira como o seu assunto é isolado do primeiro plano e do plano de fundo. Além disso, ela também impacta a quantidade de luz que vai passar pela lente da sua câmera. Assim, você precisa ter bastante cuidado com a abertura.

Ela também pode influenciar a nitidez da sua foto e a profundidade de campo, por exemplo. Então, escolha sempre a melhor abertura para a ocasião.

Se você for fotografar em um ambiente com pouca luz e quiser evitar a vibração da sua câmera, é interessante o uso da maior abertura possível para que a sua máquina receba toda a luz necessária.

Por exemplo, caso você fotografe com uma uma lente 35mm f / 1.8,  é interessante manter a abertura f / 1.8. Porém, se o seu objetivo for fotografar uma paisagem de maneira nítida, é interessante utilizar outra abertura, como f / 5.6.

DRO e HDR

DRO é uma configuração da câmera e significa “Dynamic Range Optimizer”. Essa função é responsável pela otimização automática da diferença entre as partes claras e escuras de uma determinada imagem.

Ou seja, ela analisa a cena de fotografia e corrige automaticamente a luz e o contraste, a fim de obter um ótima resultado final.

Já o HDR. significa “High Dynamic Range”. É por conta dele que luzes de diferentes intensidades podem ser captadas por uma câmera.

Configuração da câmera para diferentes sessões

configuração da camera ensaio

ISO e ISO automática

Ao utilizar o ISO mais baixo, você obtém uma imagem com a menor quantidade de ruído possível. Porém, clicar com um ISO mais baixo não é muito prático em ambientes com pouca luz.

Nesses casos, você precisa aumentar o ISO da sua câmera, a fim de manter uma rápida velocidade de obturação que evite uma desfocagem por conta da agitação involuntária da sua câmera.

Máquinas mais modernas possuem o recurso Auto ISO, que pode ser muito útil para você. Ao habilitá-lo, o ISO da sua câmera será ajustado automaticamente conforme a intensidade de luz, a fim de manter a velocidade do obturador igual ou maior do que a velocidade mínima do obturador.

Obturador

Escolher a melhor velocidade do obturador depende muito do seu assunto. Se você quiser fotografar uma cachoeira, por exemplo, é necessário ter uma velocidade de obturação lenta. Assim, a água corrente não sairá embaçada.

Caso você queira congelar um assunto em sua imagem, use velocidades de obturador mais rápidas. No entanto, para grande parte das situações, opte por velocidades de obturação que sejam rápidas o suficiente para capturar imagens sem apresentar vibração da câmera.

Diafragma

O diafragma é uma das ferramentas que ajuda no controle de quantidade de luz que entra na sua câmera. Ele fica localizado na lente objetiva da câmera.

Distância focal e profundidade de campo

A distância focal mostra o ângulo de visão e a ampliação de uma imagem. Assim, quanto maior a distância focal, maior a ampliação e menor o ângulo de visão.

Uma câmera só pode focar a lente em apenas um ponto. No entanto, existe uma área que se estende na frente e atrás desse ponto, a fim de deixar a sua imagem mais nítida.

Esta zona é chamada de profundidade de campo. Ela não é uma distância fixa, mudando de tamanho e podendo ser descrita como superficial ou profunda.

Configuração da câmera do celular

configuração da camera celular

Tirar fotos com o celular para postar nas redes sociais já é uma realidade. Mesmo que nem todo celular esteja equipado com uma ótima câmera, é possível ter ótimos resultado com o uso de algumas configurações e aplicativos.

Utilize a melhor configuração de câmera do seu celular modificando alguns fatores, como:

  • Flash;
  • Modo de disparo;
  • Uso de filtros;
  • GPS;
  • Modo de foco;
  • Temporizador.

Aplicativos que possibilitam configuração de câmera manual no smartphone

Confira agora quais são alguns dos aplicativos mais usados para configurar manualmente a câmera de um smartphone:

  • Adobe Photoshop Lightroom CC;
  • ProShot;
  • Pixlr;
  • Cymera;
  • Camera360;
  • Open Camera;
  • Camaringo;
  • HD Camera;
  • Google Camera;
  • Camera ZOOM FX;
  • Câmera FV-5;
  • Camu;
  • A Better Camera.

Configuração de câmera opcional

configuração da camera geral

Grade para regra dos terços

A grade para a regra dos terços auxilia o clique, sendo uma ótima ferramenta para se obter uma ótima foto. É interessante experimentar variações antes de definir qual é a maneira para você.

Filtros

Você pode fazer uso de filtros para as suas fotos a fim de deixá-las mais visuais. A maioria dos smartphones possuem essa opção e podem fazer toda a diferença nas suas fotos.

Simulação de Filmes

Algumas câmeras possuem a opção de escolher dentre alguns tipos de simulação de filmes analógicos tradicionais que são aplicados diretamente nos arquivos finais pela própria máquina.

Onde encontrar maiores instruções sobre a configuração da câmera

Existem diversos cursos e artigos que podem ajudar você no momento de configurar a sua câmera. A eduK por exemplo possui diversos cursos na área da fotografia.

Além disso, muitos profissionais renomados da área dão dicas em suas redes sociais sobre diversos assuntos relacionados à fotografia.

No youtube você também pode encontrar vídeos com dicas de como configurar sua câmera, como o vídeo abaixo:

Então, fique ligado nas novidades do nosso blog e dos perfis dos fotógrafos que inspiram você!

Conclusão

configuração camera

A configuração da câmera é o primeiro passo para obter um ótimo resultado em suas fotografias. Dessa forma, é importante que você conheça todos eles e configure todos os fatores da melhor forma possível.

A maioria das câmeras possuem as seguintes funções:

  • Qualidade da imagem
  • Equilíbrio de brancos
  • Controle de Imagem / Estilo de Imagem / Estilo Criativo / Simulação de Filme
  • Espaço de cores
  • Redução de ruído de exposição longa
  • Alta redução de ruído ISO
  • Active D-iluminação / DRO, HDR, Correções de lentes (Controle de vinheta, Controle de Aberração cromática, Controle de Distorção, etc.)

Você também pode configurar seu smartphone para obter resultados mais próximos aos profissionais possíveis!

Neste artigo, você encontrou tudo o que precisava saber sobre a configuração da câmera. Agora, é só se inspirar, configurar o seu equipamento e começar a clicar!

Quer aprender mais sobre fotografia e continuar aprimorando seu trabalho? Acompanhe nosso blog! Sempre trazemos novidades da área, as melhores dicas e guias completos para você!

Veja alguns outros artigos que podem te interessar:

E você, já conhecia as configurações da câmera? Nos conte como foi a experiência e se você tem alguma dica a oferecer para os outros leitores!

E não esqueça: se ainda ficou com alguma dúvida, basta deixar sua pergunta nos comentários!

Obrigado por ler até aqui!

Escrito por Equipe Fotografia Mais

Equipe de Fotógrafos, redatores e designers responsáveis por conteúdos exclusivos e de alta qualidade sobre fotografia para o mercado brasileiro.

161 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *