Posted in:

Fotojornalismo: o Que é, História, Gêneros e Referências

fotojornalismo

Você sabia que o fotojornalismo, além de importantíssimo, é um nicho da fotografia que pode apresentar inúmeras oportunidades?

O fotojornalismo tem registrado momentos importante na história por décadas! Saiba mais neste artigo.

A fotografia, sem dúvida, é uma forma de arte. E como toda expressão artística, ela pode ter inúmeros objetivos e segmentos.

Fotógrafos no mundo todo usam as técnicas e equipamentos de fotografia para expressar seus sentimentos, registrar momentos especiais e até mesmo para vender produtos.

Um dos nichos que mais chama a atenção no universo da fotografia profissional, no entanto, é o fotojornalismo.

Precisa saber mais sobre as oportunidades do mercado de fotografia profissional? Leia também este outro artigo que preparamos.

No decorrer dos anos, fotógrafos capturaram momentos únicos e importantes da história da humanidade. Sejam essas fotos denúncias, documentações ou descobertas, ou fato é que elas se tornaram parte importante do registro da nossa evolução.

Neste artigo, você aprende tudo o que precisa saber sobre o fotojornalismo e como entrar neste ramo! Continue lendo e confira:

Índice

  1. O que é Fotojornalismo
  2. História do Fotojornalismo
  3. A Importância do Fotojornalismo
  4. Gêneros do Fotojornalismo
  5. Como se Tornar um Fotojornalista
  6. Referências de Fotojornalistas
  7. Conclusão

O que é Fotojornalismo

o que é fotojornalismo resumo

O fotojornalismo é uma especialidade do ramo de fotografia. As imagens produzidas para este nicho é ser o mais claras, explicativas e informativas possível.

Outra forma de descrever esta forma de fotografia é através da sua função. O fotojornalismo visa combinar as técnicas de fotografia e a capacidade descritiva das imagens com o olhar crítico e caráter informativo do jornalismo.

É claro, esse tipo de fotografia não deixa de ser uma forma de arte. No entanto, o fotojornalismo possui características próprias e bem distintas.

O objetivo do fotojornalismo é trazer informações claras e concisas ao observador através das imagens.

História do Fotojornalismo

A história do fotojornalismo anda praticamente de mãos dadas com a história da fotografia em si. A prática de veicular imagens nos meios de comunicação começou cedo – em 1880, através do jornal Daily, em Nova Iorque.

O termo “fotojornalismo”, no entanto, foi cunhado apenas nas primeiras décadas do século XX. Seu primeiro local de aplicação foram as revistas ilustradas, que misturavam os textos costumeiros com fotos. Essa mídia teve seu ápice na Alemanha, na década de 30.

Na década de 50, a fotografia já havia evoluído muito, tanto em aspectos técnicos dos equipamentos quanto como arte. Já era possível registrar o mundo à nossa volta de maneira mais simples e fiel do que com as pinturas.

Fotojornalismo e as Guerras

Talvez uma das aplicações mais famosas do fotojornalismo seja o registro de conflitos militares e civis. E não é para menos – a prática de cobrir guerras começou em 1854, com o registro da Guerra de Crimeia (1854 – 1855) pelo fotógrafo britânico Roger Fenton.

Na época, ainda com a censura muito presente e as influências de outras mídias (como a pintura), as fotos das guerras ainda usavam de uma linguagem mais artística do realista. As imagens principalmente retratavam os soldados em poses heróicas ou campos de batalha vazios.

O registro de conflitos posteriores à Guerra da Crimeia, no entanto, já traziam as características do fotojornalismo: imagens registrando as ações e acontecimentos como eram.

A Importância do Fotojornalismo

história do fotojornalismo

O fotojornalismo, como você certamente já percebeu, cumpre um papel de extrema importância no registro da história.

Além disso, também é o responsável por levar informações de maneira clara e objetiva para um público muito maior. Cabe aqui a máxima: “uma imagem vale mais que mil palavras”.

As imagens possibilitam que notícias e acontecimentos ganhem vida, cor e rostos. Podem ajudar a despertar emoções.

E podem, até mesmo, fazer com que a informação alcance parcelas diferentes da população – os que não puderam ser alfabetizados, por exemplo – e rompa barreiras – geográficas e linguísticas.

Gêneros do Fotojornalismo

O fotojornalismo, assim como outras áreas da fotografia, se divide em alguns nichos ainda mais específicos. A seguir, vamos conhecer alguns deles:

Fotografia Social

A fotografia social, como o nome sugere, tem como objetivo registrar acontecimentos que estão ligados aos problemas ou dinâmicas da nossa sociedade.

Frequentemente, esse nicho inclui fotografias que registram denúncias, a situação de vida em comunidades ou de certos povos ou até mesmo grandes desastres – naturais ou não.

Veja alguns exemplos do fotojornalismo social:

gênero fotojornalismo social

gênero fotojornalismo social

Imagens: Bulent Kilic

gênero fotojornalismo

Fotografia Esportiva

Essa área do fotojornalismo se dedica a registrar eventos esportivos – desde jogos amistosos até os campeonatos mais importantes.

A categoria conta também com fotografias históricas do momento em que recordes foram quebrados e atletas que se tornaram verdadeiras lendas.

Veja a galeria que separamos:

exemplos de fotojornalismo

exemplos de fotojornalismo

exemplos de fotojornalismo

Fotografia Cultural

O fotojornalismo cultural tem como objetivo o registro e documentação de aspectos específicos de uma cultura ou povo. As imagens podem incluir desde moda até os membros do grupo em questão realizando suas atividades diárias.

Confira a galeria:

exemplos de fotojornalismo

fotojornalismo dicas

fotojornalismo dicas

Fotografia Policial

As fotos policiais estão normalmente centradas no registro das ações da polícia militar e civil.

Normalmente ambientada em protestos, abordagens policiais ou ações preventivas, esse tipo de fotojornalismo é extremamente popular entre jornais.

Confira os exemplos:

como fazer fotojornalismo

como fazer fotojornalismo

Features

As features são imagens que falam por si só. Diferente da maioria das categorias do fotojornalismo, onde a imagem precisa da reportagem para ter contexto.

A feature não é o complemento de uma matéria. Pelo contrário, o texto pode vir como complemento da imagem.

Esse tipo de imagem está normalmente focado na emoção, estética ou sensação que a situação transmite. Aqui, o fotógrafo tem mais liberdade artística do que em outros gêneros do fotojornalismo.

Veja essas features incríveis:

como fazer fotojornalismo

como fazer fotojornalismo

como fazer fotojornalismo

Retratos

Os retratos, no fotojornalismo, são normalmente de personalidades importantes para a história ou o evento a ser documentado.

Os retratos podem ser features (veja o tópico anterior!), mas também podem ser o que chamamos de Photo Opportunities (Em inglês, oportunidade de fotos).

É assim que chamamos o momento em que pessoas importantes, que sabem que serão registradas por fotógrafos, pausam e posam para o retrato.

Veja alguns exemplos:

exemplos de fotojornalismo

exemplos de fotojornalismo

Ilustrações fotográficas (ou fotos ilustrativas)

As fotos ilustrativas carregam menos significado quando estão sozinhas. Normalmente elas são utilizadas para ilustrar matérias e manchetes.

Confira os exemplos nessa galeria:

exemplos de fotojornalismo

dicas de fotografia fotojornalismo

exemplos de fotojornalismo

Fotodocumentário

O fotodocumentário é, na verdade, uma série de fotos que buscam registrar e documentar eventos e acontecimentos. O formato é muito utilizado em diversos dos outros gêneros do fotojornalismo.

Aqui, o foco é capturar os acontecimentos com precisão, buscando registrar a informação da maneira mais clara e objetiva possível.

A seguir, você encontra alguns exemplos:

fotografia jornalistica

fotografia jornalistica

fotografia jornalistica

Como se Tornar um Fotojornalista

fotografia jornalistica

O fotojornalismo não é um nicho simples. Pode parecer fácil apenas registrar acontecimentos, mas como tudo na fotografia, existe muita técnica por trás da prática.

Um bom fotojornalista possui as seguintes características:

  • Agilidade na captura de imagens;
  • Pensamento crítico;
  • Bom olhar para encontrar composições adequadas, mesmo em situações difíceis;
  • Domínio sobre seu equipamento;
  • Conhecimento sobre como se adaptar a condições de luz, enquadramento e posicionamento inadequados.

Se você pretende se tornar um fotojornalista, confira as dicas que separamos para te ajudar a começar:

1: Possua uma formação

Embora existam muitos cursos livres de fotografia e inúmeros fotógrafos trabalhem apenas com o que aprenderam sozinhos, o fotojornalismo pode exigir algo a mais.

Neste caso, é uma boa ideia investir em uma faculdade de fotografia, por exemplo. Isso abrirá portas para empregos em revistas e jornais.

Na realidade, grande parte dos fotojornalistas contam com uma formação múltipla. Afinal, como o nome já diz, essa profissão é uma harmonização da fotografia com o jornalismo. Investir em uma graduação em jornalismo também pode ser muito importante.

2: Entenda seu equipamento

O fotojornalismo é um campo extremamente dinâmico da fotografia. Não é como fazer fotolivros ou sessões de foto, por exemplo. Você precisará estar sempre pronto para capturar o momento certo – sem chances de repetir o clique.

Por isso, é imprescindível que você tenha domínio sobre o equipamento utilizado. No tempo que você leva para achar a configuração que queria, você já perdeu a oportunidade de foto que viu – e provavelmente outras três diferentes.

Precisa de dicas sobre que tipo de equipamento é necessário para ser fotógrafo profissional? Clique aqui e leia nosso guia completo sobre isso!

3: Esteja sempre se atualizando

As técnicas e equipamentos da fotografia evoluíram muito nos últimos anos. E as novidades continuam chegando!

Por isso, é muito importante que você não pare de estudar fotografia. Acredite: sempre há um novo truque para aprender. E como fotojornalista, seu arsenal precisa ser diverso e afiado.

4: Trabalhe em imagens que contem uma história

Um jeito infalível de criar imagens de qualidade é fazer com que elas contem uma história.

Mesmo quando você está fazendo fotografias que estarão acompanhadas de um texto, procure conferir emoções e narrativa à imagem.

5: Aprimore seu entendimento dos acontecimentos no mundo

Como mencionamos no início dessa lista, o fotojornalista precisa desenvolver um olhar extremamente crítico do mundo. Para isso, você precisa mais do que ficar por dentro das últimas notícias.

Um ótimo exercício é, ao ler uma matéria, tentar pensar em como seria a mesma história contada de diferentes pontos de vista – mesmo que seja absurdo. Com o tempo, você notará que ficou mais fácil passar as informações que você recebe por esse tipo de filtro.

Ponderar sobre os acontecimentos atuais pode mudar sua visão sobre ou assunto, ou confirmar opiniões já existentes. Certamente isso infere na qualidade das suas fotografias jornalísticas.

6: Estude outros fotógrafos

A regra da inspiração vale para todos os gêneros de fotografia. Afinal, todos temos algo a aprender com os grandes mestres.

Olhar o trabalho de fotojornalistas estabelecidos no mercado pode trazer mais que boas ideias. É possível observar técnicas de enquadramento, iluminação, e muitos outros detalhes.

Um ótimo exercício a se fazer quando você se depara com uma fotografia incrível é se perguntar:

“O que faz essa imagem ser tão impactante?”

Não tenha medo de passar alguns minutos procurando os elementos chave na imagem. Certamente valerá à pena.

7: Persita

Técnica, visão crítica e bastante estudo são fundamentais. Mas no fim, não há fotojornalismo sem a sorte de estar no momento certo, na hora certa. E por isso, esse gênero da fotografia pode ser muito frustrante.

Mas não desista! Continue aprimorando suas habilidades e, certamente, a oportunidade de foto perfeita chegará!

Referências de Fotojornalistas

Procurando fotojornalistas incríveis para se inspirar e começar seus estudos nesse ramo do fotojornalismo? Confira esses nomes que separamos, e um pouquinho de suas obras:

  • Steve McCurry: fotógrafo do time da National Geographic, registrou a famosa imagem da Menina Afegã, que foi capa da revista e hoje é reconhecida mundialmente.
  • Evandro Teixeira: nascido em 1935, na cidade baiana de Irajuba, ele foi responsável pelos registros mais icônicos da ditadura militar brasileira.
  • Robert Capa: foi um dos mais conhecidos fotógrafos de guerra, tendo realizado a cobertura dos mais importantes conflitos da primeira metade do século XX.
  • Walter Firmo Guimarães da Silva: era fotógrafo, jornalista e professor. Iniciou sua carreira como repórter fotográfico no jornal Última Hora, em 1957.
  • Alberto Korda: fotógrafo cubano que se tornou mundialmente conhecido pelo retrato que fez de Che Guevara.
  • W. Eugene Smith: importantíssimo para a consolidação do fotojornalismo e conhecido como um dos maiores representantes deste gênero até hoje.
  • Dorothea Lange: a americana filha de imigrantes alemães ficou famosa por documentar o impacto da Grande Depressão nos EUA, na década de 30. Seu registro mais famoso foi “Mãe Emigrante”, de 1936.
  • Sebastião Salgado: esse fotógrafo nascido em Minas Gerais, se consagrou mundialmente como fotodocumentarista. Entre suas obras mais aclamadas está Êxodos, publicado no ano 2000.
  • Henri Cartier-Bresson: considerado o pai do fotojornalismo, foi pioneiro no uso da câmera de filme 35mm durante o século XX.

Não deixe, também, de ler nosso artigo sobre os 50 melhores fotógrafos brasileiros e sobre as 40 fotógrafas que fizeram história!

Conclusão

fotografia jornalistica

O fotojornalismo é um gênero da fotografia que visa documentar e informar. Trata-se de um dos nichos mais complexos da área, e exige muito estudo, preparação e olhar crítico dos profissionais que se aventuram nele.

Neste artigo, você descobriu tudo o que precisa saber para começar a explorar esse ramo! Agora, é só começar os estudos e praticar muito.

Quer mais dicas para tornar suas fotografias cada vez mais incríveis? Leia também esse outro conteúdo que preparamos para você:

E você, já está inserido no mundo do fotojornalismo? Conte sua experiência para a gente nos comentários, e não deixe de perguntar se ainda ficou com alguma dúvida!

Escrito por Equipe Fotografia Mais

Equipe de Fotógrafos, redatores e designers responsáveis por conteúdos exclusivos e de alta qualidade sobre fotografia para o mercado brasileiro.

110 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Quero ser cadastrado na LISTA VIP