Posted in:

Fotos em RAW: Para que Serve e Dicas para Tirar Fotos em RAW

fotos em raw

Fotos em RAW são utilizadas pela grande maioria dos profissionais no mercado fotográfico.

Com certeza, assim que você começou a se interessar por fotografia já ouviu o termo “fotos em RAW”. Talvez, você já até tenha encontrado essa configuração na sua câmera e já esteja usando ela.

Mas você sabe o que isso quer dizer, na prática, para suas fotografias?

O formato de imagens RAW possui características únicas. Como fotógrafo, vale a pena tirar alguns minutos para entender como ele funciona e quais são as vantagens de utilizá-lo.

Quer saber mais sobre o pós-processamento das suas imagens? Leia também esse guia completo sobre o Adobe Lightroom que preparamos!

A seguir, você aprende tudo sobre as fotos em RAW. Vamos falar sobre o que significa RAW, como utilizar o formato e muito mais. Continue lendo e confira:

Índice

  1. O que é raw em fotografia?
  2. Qual é a diferença entre o formato raw e outros tipos de arquivos?
  3. Quais são os benefícios das fotos em raw?
  4. Quais são as desvantagens das fotos em raw?
  5. O que é, e para que serve o DNG nas fotos em RAW?
  6. Dicas para começar a trabalhar com fotos em raw
  7. Conclusão

O que é Raw em Fotografia?

o que é fotos em raw

Fotos em RAW são imagens salvas em um formato de arquivo específico. O formato de arquivo, por sua vez, é o conjunto de códigos e instruções que o computador utiliza para criar, armazenar e visualizar os dados no disco.

Você já deve ter reparado as três letras que aparecem no final dos arquivos, depois de um ponto, no seu computador. Essa é uma codificação do formato, que permite que o sistema operacional entenda quais os conjuntos de instruções deve utilizar para exibir aquele dado.

Então, as fotos em RAW nada mais são do que um tipo de arquivo, lido pelo seu computador de maneira bem específica. Alguns exemplos de outros formatos de imagem são:

  • JPG ou JPEG;
  • PNG (que permite transparências);
  • GIF (que permite animação);

O que Significa a Sigla Raw?

Em sua maioria, os códigos ou siglas dos formatos de arquivo significam algo. Por exemplo, JPEG é a sigla para Joint Photographic Experts Group.

O termo “Raw”, no entanto, são se trata de uma sigla. Ele se refere à palavra em inglês, cuja tradução é “cru”.

Isso significa que as fotos em RAW são compostas apenas da imagem capturada pelo sensor da câmera. Ou seja, nenhum algoritmo de compressão foi aplicado a ela, de forma a preservar a fidelidade e qualidade do resultado final.

Qual é a Diferença entre o Formato Raw e outros Tipos de Arquivos?

diferença fotos em raw

 

A grande diferença das fotos em raw está na forma como a informação será armazenada, tanto na câmara quanto no computador.

Ao clicar um quadro no modo JPG, por exemplo, o seguinte processo acontece na câmera:

  • O sensor é exposto à luz, registrando as informações da cena.
  • A imagem passa por uma espécie de pré-processamento. O pequeno computador contido na câmera utiliza uma série de instruções para isso. Neste caso, as instruções de compressão e ajustes de cor do formato JPEG.
  • A imagem salva na memória da câmera é a versão final, com extensão .JPG. Essa imagem foi processada e algumas informações originais do sensor foram perdidas.

Inicialmente, o resultado da imagem pode parecer o mesmo. No entanto, a informação perdida na compressão é valiosa, em especial se a foto precisar de pós-processamento.

Algoritmos de Compressão e Perda de Qualidade

Na internet, a grande maioria das imagens que você encontrar estarão nos formatos jpg e png. Isso porque esses algoritmos são capazes de comprimir a imagem. Ou seja, deixar o tamanho que ela ocupa em disco consideravelmente menor.

No entanto, não existe compressão sem perdas.

Normalmente, esses algoritmos funcionam selecionando um número fixo de cores e igualando os pixels próximos da imagem. Todos os tons que forem suficientemente parecidos se transformam na mesma cor, o que reduz o tamanho do arquivo.

A diferença não é percebida em imagens pequenas, como nas vistas pelas telas de smartphones e o carregamento das imagens fica mais rápido.

Mas, se você precisar ampliar, imprimir ou até mesmo editar as cores e contraste na foto, os problemas começam a aparecer.

Quais são os Benefícios das Fotos em Raw?

fotos em raw benefícios

A principal vantagem associada a salvar fotografias em raw na sua câmera é a qualidade da imagem.

Com maior número de cores, você tem certeza de contar com uma foto o mais próxima possível da cena registrada. Além disso, se for necessário ampliar ou imprimir a fotografia, a qualidade continuará impecável, sem ruídos nem distorções.

A edição também é facilitada. Os programas como Lightroom, ao contrário do que muitos acreditam, não fazem mágica: eles precisam de informações precisas de cor para trabalhar.

Facilidade no Pós Processamento

Mais informações de cores e mais pixels significam que ajustar problemas de exposição ou colorização se torna muito simples.

Além disso, a maioria dos editores de imagem que trabalham com fotos em RAW também estão preparados para preservar o estado original da fotografia.

Eles salvam suas alterações como uma “máscara” aplicada ao arquivo original, que pode ser retirada se necessário.

Fidelidade à Cena Fotografada

Os arquivos RAW registram a cena com muito mais fidelidade. Isso porque cores e nuances nunca serão perdidos pelo processamento.

A imagem obtida será exatamente a mesma capturada pelo sensor.

Fotos em Raw são Como um Negativo Digital

As fotos em raw já são consideradas e evolução digital dos negativos em filme. Isso porque servem como uma base para a reprodução da imagem. Essa, por sua vez, pode ser feita utilizando as mais variadas técnicas.

Seja em tamanhos diferentes, com filtros diferentes ou novos ajustes, o “molde” da fotografia é preservado.

Quais são as Desvantagens das Fotos em Raw?

fotos em raw desvantagens

É claro, tudo tem seu lado bom e seu lado ruim. Com a fotografia em raw, não é diferente. Veja quais são algumas das desvantagens de colocar sua câmera no modo RAW:

Tamanho do Arquivo

Como você pode imaginar, arquivos de imagem sem nenhuma compressão ficam enormes. O tamanho médio para uma foto em RAW, dependendo do modelo e fabricante da câmera, pode ficar entre 15 mb e 30 mb.

Isso é bastante quando comparamos com o tamanho médio de uma foto em JPG não otimizada para web, de 5 mb. Com a otimização, esse número pode ficar abaixo de 1 mb para o formato.

As fotos em Raw Precisam ser “Reveladas” antes de Publicar

Como mencionamos, as fotos em RAW são as sucessoras do negativo. Da mesma maneira, elas não podem ser publicadas ou compartilhadas antes de um processo de revelação digital.

Isso pode ser feito com diferentes softwares editores de imagens. Não se trata de um processo caro ou complexo – principalmente quando comparado com a revelação de filmes tradicionais.

No entanto, você deve ter em mente que precisará desse passo extra no seu fluxo de trabalho.

Cada Fabricante tem um Padrão de Fotos em Raw Diferente

Da mesma forma que os filmes tradicionais contavam com algumas particularidades dependendo do fabricante, o mesmo pode ser dito para fotos em RAW.

A maioria das grandes marcas do mercado fotográfico contam com formatos proprietários de imagens RAW. Isso significa que cada câmera utiliza um conjunto de instruções diferentes para armazenar as informações da imagem, normalmente protegido por patente.

Dessa forma, você não pode visualizar uma foto em raw feita em uma câmera Canon em uma Nikon, por exemplo.

A boa notícia é que isso é facilmente circundado com os softwares corretos.

O que é cr2 e nef?

O CR2 e o NEF são duas extensões de arquivos RAW. Eles dizem respeito, justamente, às variações entre fabricantes que mencionamos.

Ou seja, ambos são arquivos RAW. No entanto, o cr2 é utilizado pela Canon e o Nef, pela Nikon.

Existem muitas outras extensões de arquivos RAW.

O que é, e para que Serve o DNG nas Fotos em RAW?

A sigla DNG significa “Digital Negative”, ou negativo digital. Trata-se de uma padronização dos diferentes formatos RAW.

Isso significa que o padrão serve para converter, através de software e sem perda de qualidade, arquivos RAW de qualquer extensão para arquivos com a extensão DNG.

Isso possibilita que os “negativos” sejam abertos e visualizados em uma gama muito maior de dispositivos.

Em exemplo de software que é capaz de realizar essa conversão de maneira muito simples é o Lightroom.

Dicas para Começar a Trabalhar com Fotos em Raw

fotos em raw dicas

Agora, você já entende todos os detalhes técnicos por trás das fotos em RAW. Então, é hora de começar a trabalhar com esse formato e garantir a fidelidade e qualidade nas suas fotos!

Confira as dicas que separamos:

#1 Prepare-se para o Tamanho dos Arquivos

Como mencionamos, as fotos em RAW ocupam muito mais espaço do que arquivos compactados. Por isso, você deve estar preparado para o fato.

Pode ser uma boa ideia investir em cartões de memória ou em HDs externos. Dessa forma, além de não perder em qualidade, você não perde nenhum momento da sessão.

#2 Tenha um Programa de Edição Capaz de Abrir as Fotos em Raw

Não são todos os softwares de edição que conseguem lidar com os arquivos RAW. E como você precisará “revelar” a foto digitalmente antes de compartilhar seu trabalho, é fundamental contar com a ferramenta correta.

Alguns exemplos de editores capazes de abrir arquivos em RAW são:

  • Lightroom
  • Aperture
  • Polar (Web)
  • Darktable (gratuito)

#3 Como Tirar Fotos em Raw no Celular

Alguns modelos de smartphone já são capazes de tirar fotos em RAW sem a necessidade de root no aparelho (o que compromete a garantia de fábrica).

Se a câmera do seu aparelho suporta essa função, aqui estão alguns aplicativos que permitem utilizá-la:

#4 Como Importar Fotos em Raw

Importar fotos em RAW significa abrí-las no editor de sua escolha. O método para fazer isso vai depender do software que você está utilizando.

No entanto, normalmente é possível encontrar alguma opção similar a “abrir” ou “importar” ou até mesmo “importar biblioteca” no programa. Veja Como importar fotos em raw

  1. Conecte a câmera ou o leitor de cartão de memória ao computador.
  2. Abra o Lightroom e a janela de importação (clique no botão Importar no módulo
  3. Biblioteca ou escolha Arquivo > fotos e vídeo de importação > abrir a janela de importação)
  4. Direcione o Lightroom para a câmera ou leitor de cartão.
  5. Selecione as fotos e escolha as opções de sua preferência.
  6. Informe ao Lightroom onde colocar suas fotos.
  7. Especifique opções de manipulação do arquivo e outras opções de importação.
  8. Clique em Importar.

#5 Como Editar Fotos em Raw no Lightroom

Com as imagens na sua biblioteca, basta seguir o processo de pós-processamento como de costume.

Se estiver interessando em aprender mais, temos um guia completo do Lightroom no nosso blog!

#6 Como Converter Raw para jpg

Nas opções de exportação do seu software de edição, você encontrará configurações referentes ao formato de arquivo desejado.

Para converter fotos em RAW para JPG, basta escolher essa opção e configurar a compressão e tamanhos desejados. Lembre-se de fazer isso apenas depois que aplicar os ajustes.

Recomendamos, também, que você não apague os arquivos RAW. Como você viu nesse guia, eles podem ser muito úteis!

Conclusão

fotos em raw

As fotos em RAW são imagens sem compressão ou processamento. Ou seja, “cruas”. Elas são salvas na câmera com a maior fidelidade à cena registrada possível.

Funcionando como um negativo digital, o formato RAW permite que o fotógrafo tenha maior liberdade ao editar ou ampliar a foto no pós-processamento.

Neste artigo, você aprendeu tudo o que precisa saber sobre o funcionamento e produção das fotos em RAW. Agora, é só colocar nossas dicas em prática e levar seu trabalho para um novo nível de qualidade!

Quer aprender mais técnicas que farão suas fotografias ficaram cada vez melhores? Confira esses outros artigos que preparamos:

E você, já salva suas fotos em RAW? Divida sua experiência conosco nos comentários e não esqueça de perguntar se ficou com alguma dúvida!

Escrito por Equipe Fotografia Mais

Equipe de Fotógrafos, redatores e designers responsáveis por conteúdos exclusivos e de alta qualidade sobre fotografia para o mercado brasileiro.

110 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Quero ser cadastrado na LISTA VIP