Posted in:

CMYK ou RGB: Guia Completo para Entender os Sistemas de Cores em Fotos

cmyk ou rgb

Se você já enviou um trabalho para impressão profissional, provavelmente já ouviu falar sobre os sistemas CMYK ou RGB.

Parecem termos complexos, mas a verdade é que eles estão presentes durante todo o processo fotográfico e, ao conhecê-los, você pode melhorar a qualidade do seu trabalho.

Leia também “Resolução de Fotos: Guia Completo para Tirar suas Dúvidas e não Errar” para aprender mais sobre a qualidade da sua imagem!

Neste post, você vai entender como ambos sistemas funcionam e como eles se diferenciam entre si para fazer as melhores escolhas para seu trabalho!

Índice

  1. O que significa CMYK?
  2. O que significa RGB?
  3. Qual é a diferença entre CMYK e RGB?
  4. É melhor usar CMYK ou RGB na fotografia?
  5. Como mudar o sistema de cores da sua fotografia?
  6. Cuidados ao enviar suas fotografias para uma gráfica
  7. Conclusão

O que significa CMYK?

cmyk ou rgb o que significa

A sigla CMYK representa as iniciais das cores principais do sistema: ciano (cyan, em inglês), magenta (magenta), amarelo (yellow) e preto (black).

A letra K é associada a cor preta por ser considerada como a “coloração chave” que, em inglês, é traduzido para “key”.

Com isso, o sistema remete a pigmentos sólidos, cores que são refletidas pela luz. Desta forma, a sobreposição das cores principais vai escurecendo até levar ao preto, que é a ausência da luz refletida.

Como o CMYK conta com um recurso mais limitado de cores, ele não imprime todas as cores que podem estar na imagem. Ainda assim, o sistema é o mais utilizado em impressões gráficas.

O que significa RGB?

Assim como o CMYK, a sigla RGB representa as iniciais das principais cores do sistema: vermelho (red, em inglês), verde (green) e azul (blue).

Ao contrário do CMYK, o RGB não trabalha com pigmentos sólidos, e sim com cores luz. Neste caso, a sobreposição dos tons resulta na cor branca, ou seja, a luz.

A combinação das três cores principais cria uma grande gama de cores principais e secundárias. Geralmente, o sistema é utilizado em aparelhos que apresentam a luz com a cor, como televisões e visores, por exemplo.

Qual é a diferença entre CMYK e RGB?

qual a diferença cmyk ou rgb

A verdade é que tanto o CMYK quanto o RGB trabalham com a mesma técnica, baseada em misturar as cores principais para criar novos tons.

Entretanto, o CMYK oferece uma variedade menor de cores do que o RGB. Por isso, algumas cores que são visualizadas na tela, com o sistema RGB, não são transmitidas na impressão realizada com o CMYK.

A verdade é que a diferença não é tão grande assim, os detalhes só são percebidos quando uma imagem é comparada ao lado da outra.

As cores do RGB são consideradas como luz, sendo assim, costumam ser mais claras e vivas do que as cores do CMYK, que são refletidas.

É melhor usar CMYK ou RGB na fotografia?

Como mencionamos anteriormente, os sistemas de cores possuem suas particularidades que devem ser levadas em conta na hora de produzir, editar ou imprimir uma imagem.

Sendo assim, cada um deles exerce melhor a sua função em determinadas situações. Entender qual é o melhor papel para o CMYK ou RGB é essencial para produzir materiais com uma qualidade cada vez maior.

Conheça os principais exemplos do uso do CMYK e RGB na fotografia!

Exemplos de quando utilizar CMYK

Geralmente, o sistema de cores CMYK é utilizado nas impressões gráficas. O conjunto de quatro cores principais resulta em tons mais específicos para a impressão da imagem.

Desta forma, a foto é finalizada com mais qualidade e revela a maior quantidade de detalhes possível.

Nas telas e televisões, o CMYK não é tão indicado, já que trabalha com pigmentos sólidos, que nem sempre geram todos os tons necessários para formar imagens de alta qualidade nos monitores.

Exemplos de quando utilizar RGB

Por outro lado, o sistema RGB é baseado em luz, sendo assim, é ideal para reproduzir imagens em telas e televisões que transmitem a luz.

A combinação dos três tons principais e originados da luz costuma criar tons perfeitos para a transmissão de imagens nos monitores, da forma mais fiel ao cenário original.

A criação de artes para websites e redes sociais é recomendada com o sistema RGB, para manter uma previsão fiel dos tons do resultado durante o processo de produção.

Como mudar o sistema de cores da sua fotografia?

cmyk ou rgb sistema de cores

Quando você opta pelo sistema CMYK ou RGB no momento inicial do projeto, não precisa ficar preso com sua opção até o fim da edição e impressão.

Sim! Você pode mudar de sistemas de cores, principalmente, por meio de um programa especializado em edição de imagem.

Entretanto, a mudança pode trazer algumas mudanças sutis para a imagem, como mencionamos anteriormente. Entenda como fazer essa mudança da melhor forma!

É possível escolher entre CMYK ou RGB direto na câmera?

Sim! Nas próprias configurações da câmera é possível selecionar o sistema de cores ideal para a sua fotografia.

Entretanto, como o visor da câmera é uma tela que reflete luz, o mais recomendado é que você utilize o formato RGB para visualizar as fotos.

Caso você utilize sua foto para impressões posteriormente, é possível trocar o sistema de cores por meio da edição de imagens.

Além do CMYK ou RGB, existem outras opções que você pode conhecer por aí. O Pantone, por exemplo, não trabalha com cores principais que serão misturadas, ele já possui uma gama de cores vasta e específica.

Mudando o sistema de cores na pós produção

Como mencionamos anteriormente, é possível mudar o sistema de cores da imagem até mesmo depois que a imagem foi clicada.

A edição é o momento ideal para fazer a mudança, por meio dos programas especializados na edição de fotos.

Entretanto, é preciso tomar cuidado para fazer uma escolha inteligente e não acabar prejudicando o resultado final da imagem.

É fundamental ter em mente a forma como sua foto será apresentada no final antes de decidir o sistema de cor que melhor se encaixa na situação.

Descubra como é possível trocar para o CMYK ou RGB por meio da edição da sua foto!

Adobe Illustrator

O Adobe Illustrator é um programa de edição mais avançado em comparação ao Photoshop, já que ele trabalha com imagens vetoriais.

Entretanto, a mudança de sistema de cores é uma edição extremamente simples no editor. Basta seguir o passo a passo abaixo:

  • Abra a imagem desejada e vá até o botão Arquivos na barra de ferramentas;
  • Na lista, vá até a opção Modo de Cores;
  • Selecione entre uma das opções oferecidas pela aba: CMYK ou RGB;
  • Prossiga com a edição da sua foto.

Adobe Photoshop

Como fazem parte do mesmo pacote de ferramentas, o Photoshop e o Illustrator trabalham com processos muito similares, até mesmo na mudança de sistema de cores.

Confira o passo a passo para trocar entre o CMYK ou RGB durante a edição da sua imagem:

  • Abra a imagem que será editada no programa e selecione a opção Imagem na barra de ferramentas;
  • Selecione a primeira opção oferecida, nomeada como Modo;
  • Opte pelo sistema CMYK ou RGB para sua foto;
  • Prossiga normalmente com a edição da imagem.

Mais simples do que você imaginou, não é? Em simples passos é possível fazer uma importante alteração na sua foto, que pode resultar em um trabalho mais nítido e vivo aos olhos do cliente.

Corel Draw

O Corel Draw é um programa utilizado em edições de animações gráficas e criação de artes para todos os tipos de materiais.

Por mais que seja um editor mais especializado, o Corel Draw também conta com a função de alterar os sistemas de cores da imagem. Confira o passo a passo:

  • Abra o arquivo que será editado no programa e selecione a opção Ferramentas na barra de ferramentas;
  • Vá até a opção Gerenciamento de Cores e então em Configurações do Documento;
  • A seleção abrirá uma caixa de configuração, onde você irá até a área nomeada como Modo de Cores Primárias;
  • Opte pelo sistema CMYK ou RGB para a imagem e clique OK;
  • Prossiga a edição da foto.

Cuidados ao enviar suas fotografias para uma gráfica

cmyk ou rgb grafica

Que atire a primeira pedra o fotógrafo que não passou por algum sufoco na hora de enviar ou buscar suas fotos na gráfica!

Se você não dá as instruções exatas do que deseja ou não faz as edições necessárias, é bem provável que o resultado não saia como você esperava.

Sendo assim, confira algumas dicas importantes relacionadas aos sistemas de cores para garantir que sua viagem até a gráfica seja sempre um sucesso.

Modos de impressão

Existem diferentes modos de impressão, como a digital, a sublimação e muitas outras. Entretanto, o que difere cada técnica utilizada na impressão é o material em que a imagem está sendo revelada.

A sublimação, por exemplo, é muito utilizada para estampar camisetas e até mesmo decorar canecas. Enquanto a impressão digital é feita normalmente no papel.

É preciso entender o material com que você está trabalhando para optar pelo modo de impressão que garanta uma imagem nítida no resultado final.

RGB ou CMYK para sublimação?

Antes de selecionar o sistema de cor da sua imagem, é preciso entender o aparelho de impressão com que você está trabalhando.

As grandes impressoras industriais costumam trabalhar com o sistema CMYK, enquanto as mais simples apostam no RGB para as cores.

Geralmente, é recomendado que você utilize o CMYK, já que ele pode criar imagens mais nítidas e cores mais fiéis à realidade.

Entretanto, o RGB também pode ser utilizado, principalmente em impressoras que trabalhem com o mesmo sistema de cores.

Qualidade e tipo do papel

Como mencionamos anteriormente, é preciso conhecer bem o material que a sua imagem está sendo impressa, tanto para escolher um modo de impressão quanto para optar pelo CMYK ou RGB.

Existem tipos de papéis ideais para a impressão de cartões de visitas, outros para a revelação de fotos, etc. Sendo assim, é preciso entender qual é a sua intenção antes de escolher o material.

Além disso, é preciso ter atenção com o tamanho do papel que você quer trabalhar, para que o tamanho da imagem seja proporcional e a nitidez seja mantida.

Calibração do seu monitor

Como você vai saber que sua imagem está editada perfeitamente se o seu monitor não mostra as verdadeiras cores da foto?

Por incrível que pareça, este é um erro extremamente comum, principalmente entre os fotógrafos e editores iniciantes.

É essencial que o seu monitor esteja ajustado adequadamente para que a visão do monitor seja fiel aos tons verdadeiros da imagem.

Com isso, a edição da imagem se torna mais precisa e prática, evitando as grandes decepções na hora de buscar um material na gráfica.

Cores predominantes na fotografia

Em algumas imagens, os tons quentes se sobressaem e tomam o espaço de cores mais frias e sóbrias. Entretanto, é interessante produzir uma foto que seja mais equilibrada possível.

Entretanto, esta não é uma regra que determinará a qualidade final da sua foto ou não. Ela só traz uma sensação diferente para quem visualiza a imagem.

Antes da impressão e após a edição, é preciso verificar se nenhuma das cores foi exagerada durante a edição, de forma rouba toda a atenção da imagem ou até mesmo se parece com um defeito.

Conclusão

cmyk ou rgb

Com tudo isso, é possível perceber que uma configuração tão simples quanto o sistema de cores pode apresentar diferenças significativas na qualidade do seu trabalho.

É importante ter em mente a finalidade da sua imagem para fazer uma escolha inteligente e entregar sempre um trabalho que atenda as expectativas do seu cliente.

Leia também:

A escolha entre CMYK ou RGB não é definitiva, ela pode ser alterada nos programas de edição até mesmo depois que o clique já foi feito.

Com isso, é possível fazer as melhores edições para garantir uma impressão de qualidade para seu cliente! Agora que você já sabe tudo o que precisa sobre a escolha entre CMYK ou RGB, compartilhe suas opiniões e dúvidas sobre os principais sistemas de cores.

Escrito por Equipe Fotografia Mais

Equipe de Fotógrafos, redatores e designers responsáveis por conteúdos exclusivos e de alta qualidade sobre fotografia para o mercado brasileiro.

190 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *