Posted in:

Camera Raw: Guia para Usar o App para Imagens RAW da Adobe

camera raw

Camera Raw é um programa para gerenciamento e processamento de imagens da Adobe.

Por sua praticidade e fácil integração com outros programas de edição, como o Photoshop, vem sendo cada vez mais utilizado pelos fotógrafos.

Se você acompanha o nosso blog, certamente já leu alguns posts ensinando a trabalhar com o Lightroom.

O Adobe Camera Raw é muito parecido, e se você já mexe em um, ficará fácil aprender o outro. Algumas características, porém, os diferenciam, e você entenderá que as duas ferramentas podem ser utilizadas no seu dia a dia.

Saber qual programa escolher, para cada momento ou função, ajudará você a aumentar a produtividade e a qualidade das suas entregas.

Por isso, neste artigo você vai entender tudo que você precisa para aproveitar ao máximo o Adobe Camera Raw.

Índice:

  1. O que é o Adobe Camera Raw?
  2. Qual a diferença entre o Adobe Camera Raw e o Lightroom?
  3. Afinal, Adobe Camera Raw ou Lightroom?
  4. Quais são as funções do Camera Raw?
  5. Guia para usar o Adobe Camera Raw
  6. Dicas: Truques para usar o Camera Raw como um profissional
  7. Conclusão

O que é o Adobe Camera Raw?

camera raw o que é
O que é o Adobe Camera Raw?

Quando falamos em formatos de arquivos de imagem, o formato em raw é, sem dúvida, a melhor opção para o fotógrafo.

Isso porque a imagem em raw captura todas as nuances de cor e luz, o que garante uma qualidade e resolução infinitamente superior.

No entanto, a imagem em raw precisa ser “revelada”, ou seja, exposta de forma que seja possível vê-la. Por não ter nenhum tipo de compressão, os arquivos em raw são bastante pesados.

Por isso, não é qualquer programa que consegue processar e exibir uma imagem em raw na tela de um computador.

É exatamente isso que o Camera Raw faz.

O programa é, na verdade, um plugin da suíte Adobe, que permite que você passe a imagem direto da câmera, processando o arquivo raw e exibindo na tela para posterior edição.

Assim, no momento da “revelação”, você pode fazer diversos ajustes na imagem, como correção de iluminação ou inclusão de filtros, deixando-a pronta para uma edição completa em outro programa, como o Photoshop.

Qual a diferença entre o Adobe Camera Raw e o Lightroom?

camera raw e lightroom
Qual a diferença entre o Adobe Camera Raw e o Lightroom?

Na verdade, tem pouca diferença prática entre o Camera Raw e o Lightroom. Para quem já está acostumado com o Lightroom, não será difícil aprender a usar o ACR, pois o mecanismo de revelação é o mesmo.

Algumas vantagens e especificidades podem diferenciar um do outro, como:

  • Adobe Camera Raw: por ser da suíte Adobe, permite que você edite suas fotos no Photoshop de forma facilitada, aumentando as possibilidades de filtros e efeitos. Além disso, pode ser utilizado com o Adobe Bridge, para organizar e gerenciar suas fotos ou álbuns.
  • Lightroom: além do módulo de revelação, semelhante ao ACR, o Lightroom também oferece módulos como Library (que compete com o Adobe Bridge), Slideshow, Print, entre outros.

Afinal, Adobe Camera Raw ou Lightroom?

A resposta para essa pergunta é: depende.

Decepcionado? Não fique!

As duas ferramentas são excelentes para o seu trabalho como fotógrafo, e o que vai impactar na escolha por uma outra é a sua necessidade e até o seu hábito.

Se você está acostumado a trabalhar com a suíte Adobe e costuma editar suas fotos no Photoshop, é natural que você utilize o Camera Raw para revelação dos seus arquivos.

Agora, se você prefere manter seu trabalho de revelação, edição e pós-produção em um único programa, o Lightroom é a opção certa.

Quer saber mais sobre essa ferramenta? Leia o nosso Tutorial Lightroom: Dicas para Caprichar na Edição e Pós-Processamento.

Quais são as funções do Camera Raw?

camera raw funçoes
Quais são as funções do Camera Raw?

O Adobe Camera Raw é um plugin da Adobe que serve para revelar uma imagem em raw.

Ou seja: o arquivo em raw é uma espécie de negativo, e o ACR é o programa capaz de revelar esse negativo. Ao exibir a imagem na tela do computador, permite que sejam efetuados alguns ajustes, como iluminação.

O Camera Raw oferece suporte para abrir arquivos em RAW de diversos modelos de câmeras, e mesmo após os ajustes ele mantém a versão original da imagem em seu banco de dados.

Algumas possibilidades de ajustes que você pode fazer no momento da revelação, são:

  • Ajustar o equilíbrio de branco, a saturação de cor e a tonalidade.
  • Aumentar a nitidez ou reduzir o ruído.
  • Ajustar as cores usando Matiz, Saturação e Luminescência.
  • Adicionar cores em imagens monocromáticas ou criar efeitos especiais com imagens coloridas.
  • Compensar distorções, vinhetas ou desvios cromáticos, gerados pela lente da câmera.
  • Simular uma granulação de filme ou aplicar uma vinheta de corte.
  • Aplicar perfis de câmera para corrigir projeções de cores, compensando o comportamento do sensor da câmera.

Guia para usar o Adobe Camera Raw

camera raw guia

Você já sabe o que é o Adobe Camera Raw e para o que ele serve. Agora, vamos mostrá-lo um passo a passo simples para ajudá-lo a usar o ACR pela primeira vez.

Se você já está acostumado com o Lightroom, verá que é bastante semelhante e não deverá ter maiores dificuldades.

Importante lembrar que estamos trazendo o tutorial considerando que você já possui o Adobe Camera Raw em seu computador. Se você ainda não possui o plugin, saiba como proceder para sua instalação clicando aqui.

Importando suas fotos

Transfira os arquivos do seu cartão de memória para o seu computador. Nomeie os arquivos de forma a facilitar sua organização.

Você pode utilizar o comando Obter fotos da câmera, do Adobe Bridge, para realizar esse processo de forma automática.

Organizando as bibliotecas

Utilize o Adobe Bridge para organizar suas bibliotecas de arquivos.

Com ele, você cria álbuns, insere etiquetas para identificação, classifica seus arquivos por estrelas, etc. Assim fica muito fácil manter suas fotografias organizadas, além de permitir que você encontre os arquivos com muito mais agilidade.

Claro que, para isso, você precisa ter um sistema de organização que facilite esse processo. É como uma biblioteca, mesmo: pense em categorias macro e vá afunilando, de forma que você consiga ser o mais assertivo possível.

Aplicando efeitos

Abra os arquivos a serem editados no próprio Adobe Bridge ou utilize outro software, como Photoshop ou After Effects.

Faça os ajustes necessários de cor, luz, sombra, contraste. Aplique vinhetas ou outros efeitos globais.

No guia Básica do Camera Raw, você pode selecionar a opção “Automático” para deixa que ele aplique, sozinho, os ajustes que entender necessário.

Aplicando efeitos em várias fotos ao mesmo tempo

No Adobe Camera Raw você pode ajustar várias imagens ao mesmo tempo.

Tome cuidado, porém, para que elas tenham sido todas feitas com a mesma iluminação, senão os ajustes que funcionarão em uma podem não funcionar para outra.

Antes de mais nada, você precisa separar as fotos que irá editar. Abra uma delas no Camera Raw e faça ajustes gerais, como luz, contraste, inserção de cor ou vinheta. Porém, para este recurso, você não poderá fazer ajustes locais, como remoção de manchas, por exemplo.

Feitas as edições, conclua os ajustes clicando em “Done”.

Então, no Adobe Bridge, selecione a foto editada. Clique com o botão direito do mouse para copiar as edições através do menu Edit > Develop Settings > Copy Camera Raw Settings.

Depois, selecione todas as demais imagens que deverão receber a mesma edição. Com o botão direito novamente, vá em Edit > Develop Settings > Paste Camera Raw Settings.

Uma janela de edição irá se abrir. Selecione apenas os itens que foram editados, clique em “Ok” e pronto! O mesmo perfil de edição aplicado na primeira imagem será copiado para todas as outras.

Muito prático, não é mesmo?

Exportando os arquivos

Assim que concluir os ajustes na sua imagem, você pode salvar sua imagem no próprio Camera Raw, ou abrir a imagem editada no Photoshop, por exemplo.

Se você quiser salvar no Camera Raw, você clica em “Salvar“. Isso fará com que você salve uma cópia da imagem editada em JPG, TIFF, PSD ou DNG.

Se você clicar em “abrir imagem“, você abrirá a cópia editada no programa escolhido (Photoshop ou After Effects).

Se você der um “concluído“, suas edições serão salvas no banco de dados do Camera Raw, em um arquivo secundário.

Importante dizer que nenhuma dessas opções altera ou sobrescreve o seu arquivo em raw. Então, você sempre terá a versão original salva para novas edições ou alterações.

Dicas: Truques para usar o Camera Raw como um profissional

camera raw

Agora que você já sabe o principal sobre o Adobe Camera Raw, que tal umas dicas para utilizar a ferramenta como um verdadeiro profissional?

Com certeza o ACR vai ajudá-lo a melhorar sua produtividade e qualidade das suas fotos, pois você poderá trabalhar com arquivos em raw sem medo!

Vamos às dicas:

#Dica 01: Não duplique!

Antes de mais nada, importante dizer: você não precisa duplicar seus arquivos em RAW para fazer suas novas versões.

Basta que você crie um snapshot, na aba “Snapshot” > criar novo. Então você salva todas essas versões da imagem sem duplicar os arquivos em raw, que, como você já sabe, são muito pesados e vão acabar com a memória do seu computador!

#Dica 02: Crie uma foto impactante

Muito bem, agora que você sabe que pode criar várias versões da mesma fotografia, pode usar e abusar das experiências.

Alguns recursos do Camera Raw podem transformar sua imagem em uma fotografia de alto impacto.

Com alguns truques de cor e contraste, através do Clarity e do Split Toning, você consegue produzir efeitos diferenciados que vão deixar sua foto muito mais interessante.

Primeiro, você cria um snapshot com sua imagem original, para ter ela na lista de visualizações e poder voltar à ela a qualquer momento.

Então, você vai trabalhar o clarity, aumentando ele até o máximo (+100). Com isso, você vai precisar corrigir alguns outros aspectos, como aumentar a exposição e reduzir a saturação, aumentar o shadow, etc.

Tudo dependerá do seu tipo de imagem. Você poderá ir testando e ajustando conforme agradar.

Lembre-se que o objetivo aqui é uma imagem mais impactante, dramática, então tudo bem se o contraste ficar mais agressivo.

Agora, é hora de ajustar as cores. Na aba split toning, para as áreas de luz, selecione um tom de amarelo, em “hue”,  e aumente um pouco a saturação. Nas áreas de sombra, busque um tom de azul, em “hue”, e aumente um pouco a saturação.

O resultado final vai ser uma imagem dramática, com um lindo trabalho de contraste, luz e sombra, e com as cores frias e quentes nessas áreas para valorizar ainda mais a sua foto!

#Dica 03: Remova manchas ou objetos

A função spot removal do Adobe Camera Raw, até a versão 7, utiliza uma forma circular para remover manchas na imagem. Na versão 8, porém, essa função foi atualizada para um pincel.

Com isso, a funcionalidade é ótima também para remoção de outros objetos, de um jeito muito mais fácil!

Basta que você selecione a ferramenta Spot Removal e pinte sobre a área que deseja remover. Quando soltar o mouse, o plugin vai procurar de forma automática uma área semelhante à pintada, para substituir o item selecionado.

Você também pode indicar o melhor local para buscar a substituição. Muito mais fácil do que fazer isso no Photoshop, não acha?

#Dica 04: Use os efeitos para transformar sua imagem

O Adobe Camera Raw permite que você crie inúmeros efeitos de cor e filtros nas imagens, que transformam sua fotografia!

Por exemplo, para  uma pós-produção de um ensaio fotográfico de bebês, é comum que as cores utilizadas sejam mais suaves, criando um efeito que deixará a imagem mais aconchegante.

Você pode fazer isso no Camera Raw editando as cores do seu arquivo em raw através do Tone Curve.

Vá na área de edição do Tone Curva e selecione a opção “Point”. Ela permite que você edite os canais RGB de forma individual ou como um todo.

Com o canal “RGB” selecionado, edite o campo “Output” para 85. No canal “Red”, edite para 35. O canal “Green” você deverá editar o campo “Input”, para 20. E no canal “Blue”, o campo “input” deverá ser preenchido com 255 e o “output”, com 220.

Por fim, você pode selecionar algumas áreas da imagem para mexer na iluminação e contraste, como cabelos e olhos, deixando esses pontos com mais destaque.

Você pode também pode aprender truques de edição no vídeo abaixo:

Conclusão

O Adobe Camera Raw é uma excelente opção para você revelar suas imagens em raw, ajustando níveis de cor e luz e aproveitando os recursos do Photoshop para uma edição mais completa.

Trabalhar com arquivos em raw exigem muito processamento, por isso contar com o ACR é essencial para que você não deixe de aproveitar as imagens deste tipo de arquivo.

Imagens em raw gravam todas as nuances de luz e de cor, permitindo uma pós-produção mais completa e garantindo uma imagem muito superior.

Aproveite as dicas deste artigo e experimente utilizar o Adobe Camera Raw em suas próximas fotografias.

Não esqueça de nos seguir nas redes sociais para acompanhar outras dicas e novidades deste mercado.

Quer aprender mais sobre pós-produção? Temos alguns outros artigos para você:

Gostou deste artigo? Ficou alguma dúvida? Deixe um comentário!

Escrito por Equipe Fotografia Mais

Equipe de Fotógrafos, redatores e designers responsáveis por conteúdos exclusivos e de alta qualidade sobre fotografia para o mercado brasileiro.

190 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *