Posted in:

Fotografia Subaquática: Guia Completo para Fotografar em baixo d’água

fotografia subaquática

O sucesso da fotografia subaquática não é de hoje. Tirar fotos embaixo d’água causa uma sensação única de mistério aos olhos de quem as contempla.

Além disso, realizar esse tipo de clique com bastante qualidade não depende apenas de uma boa câmera digital, conhecer a técnica correta também é fundamental.

Assim, você conseguirá se destacar, além de entregar um ótimo resultado final para o seu cliente.

Você já conhece a fotografia esportiva? Então, acesse o guia completo que preparamos para você sobre esse assunto!

Neste artigo você vai conhecer as melhores dicas para inserir a fotografia subaquática nos seus ensaios.

Índice

  1. O que é fotografia subaquática?
  2. Tipos de fotografia subaquática
  3. É preciso de formação específica para fazer fotografia subaquática?
  4. Dicas: como levar a fotografia subaquática para suas sessões de foto
  5. Galeria: fotos subaquáticas de tirar o fôlego
  6. Conclusão

Confira agora tudo o que você precisa saber sobre fotografia subaquática:

O que é fotografia subaquática?

fotografia subaquática mar
O que é fotografia subaquática?

A fotografia subaquática é uma vertente da fotografia que é praticada embaixo da água em uma sessão de mergulho com snorkel, scuba, nadando ou em apneia.

Ao realizar cliques nessas condições, você precisa levar em consideração que as cores acabam se perdendo conforme a distância entre a câmera, e o seu assunto aumenta.

Além disso, sob a água, os objetos parecem estar mais próximos do que realmente estão e a pressão aumenta conforme a profundidade.

Existem câmeras específicas para esse fim. No entanto, algumas câmeras comuns podem possuir acessórios específicos que se adaptam à sua máquina para fotos subaquáticas.

Esse tipo de foto é considerado uma área muito especial da fotografia, já que requer técnicas e equipamentos especializados para que essa prática seja realizada da melhor maneira possível.

É importante que você saiba que a fotografia subaquática está sujeita à influência de fortes correntezas, marés e baixa visibilidades. Dessa forma, você precisa ser um ótimo mergulhador para conseguir fazer ótima fotos.

Não se deixe enganar pelas dificuldades iniciais, já que essa prática pode lhe render fotos bastante inusitadas e únicas.

Fotos de mamíferos marinhos e peixes são os mais comuns. Porém, você também pode encontrar grutas submersas, embarcações naufragadas e paisagens submarinas, por exemplo.

Tipos de fotografia subaquática

Existem vários tipos de foto que podem ser tiradas embaixo d’água. Confira agora quais são eles:

Fotografia de fauna e flora subaquática

fotografia subaquática o que é

A fotografia da fauna e flora subaquática é uma das práticas mais realizadas nesse tipo de clique. O registro de animais e da vegetação submarina requer muito cuidado e atenção.

A primeira regra é respeitar ao máximo esses seres vivos. Nade com bastante calma, conheça a reação e o comportamento dos animais.

Além disso, é importante que você fique sempre atento, a fim de enxergar o mais longe possível. Isso se dá porque ao enxergar o animal de longe, você possui tempo para se posicionar bem e escolher o melhor ângulo.

Foque também em ter uma boa apneia, boa natação, flutuabilidade e bastante paciência. Quando encontrar a fauna e a flora de seu interesse, lembre-se de não tocá-las, perturbá-las e desrespeitá-las.

Retratos subaquáticos

fotografia subaquática retrato

Retratos subaquáticos estão cada vez mais em alta. Eles podem ser tirados em diversas ocasiões, como em comemorações de casamento ou aniversário, por exemplo.

Além disso, esse tipo de sessão de fotos também pode ser realizada em mergulhos, a fim de registrar esse momento especial na vida do seu cliente.

Ensaios em família e de gestantes subaquáticos

fotografia subaquática gestante

Também existem outras vertentes desse ensaio que são as fotos em família e as de gestantes.

Muitas mulheres grávidas têm optado por esse tipo de ensaio ao invés dos tradicionais em parques, por exemplo.

Então, além do cuidado que você já precisa ter, seja bastante atencioso com a gestante, a fim de mantê-la protegida, bem como o seu bebê.

Isso também vale para as fotos em família.

Fotografia publicitária

fotografia subaquática publicidade

Imagem: Pinterest

Fotografia publicitária é o trabalho que foi idealizado e realizado com o objetivo de divulgar, vender, conscientizar um público específico sobre algo.

Com isso, muitas fotos com esse fim estão sendo feitas sob a água, principalmente aquelas que desejam conscientizar as pessoas sobre a importância da preservação ambiental.

É preciso de formação específica para fazer fotografia subaquática?

fotografia subaquática importância

Para poder realizar mergulhos, é necessário que o fotógrafo seja praticante de mergulho com cilindro. Dessa forma, é necessário que ele possua o credenciamento Scuba Diver ou equivalente.

No entanto, não é necessário que haja uma formação específica para tal. Apesar disso, existem diversos cursos onde você aprende a manusear os acessórios específicos que são usados nesse tipo de fotografia.

Cursos de mergulho

É fundamental que você saiba mergulhar para poder tirar fotos subaquáticas. Existem diversos cursos diferentes, mas todos seguem basicamente a mesma linha.

Neles, você vai participar de aulas teóricas e práticas. Dependendo do seu objetivo, estas podem ser realizadas tanto em uma piscina quanto no mar aberto.

Normalmente, os pré-requisitos para se matricular em um desses cursos são:

  • Ter boa saúde (é necessário a realização de um Exame Médico)
  • Saber nadar (você precisa ser capaz de nadar 200m, em qualquer estilo, sem tempo)
  • Ter no mínimo 12 anos de idade (com autorização dos pais para menores de 18 anos)

Com estes pré requisitos você poderá se matricular na maioria dos cursos de mergulho.

Cursos de fotografia subaquática digital

Após realizar seu curso de mergulho, é importante que você conheça todas as técnicas necessárias para ter um excelente resultado com os seus cliques.

Durante esse curso, o instrutor vai aconselhar você sobre cuidados, usos específicos e ajustes da sua câmera digital. Se você ainda não possuir uma, poderá experimentar equipamentos de ponta presentes do mercado e optar posteriormente pelo seu.

Além disso, ao avaliar os seus cliques, o instrutor poderá ajudar você a melhorar todas as suas técnicas, a fim de melhorar o seu aprendizado baseado nos resultados apresentados.

No geral, você vai aprender a montar, desmontar e limpar todo o seu equipamento, a fim de deixá-lo impermeável. Também aprenderá a “bater o branco” em baixo d’água, ou seja, vai saber como obter uma aparência natural na foto sem flash, além de outras técnicas básicas ao mergulhar.

Tais cursos também falam sobre ajustes de resolução, formatos de arquivos, obter boas cores, composição, e como tornar suas fotos mais claras ou mais escuras e a carregar as fotos em seu computador, por exemplo.

A segunda parte é a aula prática, onde você sempre estará acompanhado do instrutor.

Mercado de trabalho na fotografia subaquática

O mercado de trabalho para o fotógrafo subaquático é bastante interessante. No geral, as imagens subaquáticas são comercializadas por 30 a 40 reais cada unidade.

No entanto, se você trabalhar para alguma empresa específica, receberá um salário fixo e comissão por cada fotografia que for vendida. Ou seja, para conseguir aumentar seus ganhos, você precisa caprichar bastante nos seus cliques, a fim de desenvolver suas habilidades de venda.

Se você for investir em um equipamento próprio, é interessante fechar uma parceria com alguma operadora de mergulho. Dessa forma, a quantidade de clientes tende a aumentar, melhorando, consequentemente, o seu lucro.

Em Fernando de Noronha, um pacote com apenas 20 fotos pode sair por cerca de 300 reais, por exemplo.

Então, tudo vai depender dos seus objetivos, com o tipo de foto subaquática que você quer trabalhar e onde.

Dicas: como levar a fotografia subaquática para suas sessões de foto

foto subaquática dicas

Confira agora como levar a fotografia subaquática para as suas sessões de fotos:

Entenda a iluminação: a água muda tudo

A iluminação é um dos principais fatores para um ótimo resultado final em suas imagens. Embaixo da água, ela segue princípios únicos.

Nessas condições, as luzes devem ser cerca de seis vezes mais forte do que em terra firme. No entanto, tudo vai depender da distância do seu assunto e da profundidade.

Nem toda água é igual: ajuste-se ao ambiente

A luz entra em uma câmera de uma maneira diferente do que os nossos olhos veem. Uma piscina com muito cloro pode parecer muito clara aos olhos humanos, mas é uma grande névoa para a lente do seu equipamento.

Então, se suas fotos estiverem muito embaçadas, saiba que pode ser por conta da abundância de produtos químicos presentes na água.

Para que suas fotos fiquem nítidas, procure por um lado claro, em seguida um local de água clara e salgada e, apenas por último, uma piscina.

Equipamento à prova d’água e caixa estanque

Ao tirar fotos embaixo d’água você não pode pensar em economizar com uma caixa estanque. Você está colocando muito dinheiro dentro da água em forma de equipamento.

O menor vazamento possível, pode acarretar danos irreparáveis no seu equipamento. Se o seu objetivo for apenas se divertir, alugue um equipamento ou compre uma GoPro. Tire algumas fotos e veja como é a sua adaptação a esse estilo de fotografia.

A lente grande angular é sua aliada

Ao clicar embaixo da água, provavelmente você vai querer diminuir a quantidade de água entre a sua câmera e o seu assunto, fotografando o mais perto possível de determinado objeto.

Assim, uma lente grande angular de 25mm pode ajudar muito esse processo. Com uma lente mais longa, há uma certa dificuldade de se manter o assunto enquadrado. Além disso, quanto mais ampla, mais distorção haverá na sua foto.

Técnicas e equipamento de mergulho

É importante que você conheça as principais técnicas de fotografia submarina. Dessa forma, você será capaz de escolher os melhores e mais adequados equipamentos, a fim de obter ótimos resultados finais.

Seja paciente com seus modelos

Modelar embaixo d’água é bastante difícil. Isso acontece porque os modelos estarão em uma condição diferente da habitual, com água entrando no nariz em muitas situações, por exemplo.

Além disso, a visibilidade costuma ser baixa e a comunicação, reduzida. Você também precisará se acostumar a clicar em um ambiente que possui a gravidade muito reduzida tanto para você quanto para os seus modelos.

Encontre seu clique o mais rápido possível

É importante que você seja muito rápido para clicar embaixo d´água. Isso se dá porque essa condição costuma cansar o corpo muito rapidamente.

Além disso, se o seu objetivo for fotografar animais, saiba que você precisa ser mais rápido do que eles, a fim de conseguir um ótimo clique.

Conte com um ajudante

Contar com uma ajuda nesse tipo de fotografia é essencial. Assim, fica mais fácil pegar algum equipamento que foi deixado em terra, por exemplo.

Além disso, clicar de forma subaquática pode ser um pouco perigoso em algumas situações. Vestidos podem ficar enroscados, animais podem aparecer, adereços podem ser perdidos. Então, ter uma mão extra é fundamental.

Capriche no pós processamento

Clique feitos embaixo d’água precisam de uma grande atenção quando o assunto é a pós-produção. Provavelmente, suas fotos não ficarão 100% apenas com o trabalho da máquina.

E não se desespere. Muitas vezes não será culpa do seu equipamento. Geralmente, suas imagens vão precisar apenas de uma atenção maior durante o pós processamento.

Galeria: fotos subaquáticas de tirar o fôlego

Confira as fotos subaquáticas a seguir para se inspirar:

fotografia subaquática gestante

fotografia subaquática como fazer

fotografia subaquática dicas

fotografia subaquática inspiração

fotografia subaquática equipamentos

fotografia subaquática piscina

fotografia subaquática gravida

fotografia subaquática feminina

fotografia subaquática oceano mar

Conclusão

A fotografia subaquática sempre foi bastante procurada pelos amantes da fotografia. Com ela, é possível realizar fotos da fauna e flora, de famílias e gestantes, retratos e imagens publicitárias.

Para entrar nesse ramo, você precisa realizar um curso de mergulho e, posteriormente, um de fotografia subaquática.

Esse mercado é bastante aquecido, principalmente em regiões litorâneas, onde o mergulho esportivo é bastante procurado por turistas e moradores locais.

Para tirar as melhores fotos possíveis, você precisa se atentar aos seguintes tópicos:

  • Entenda a iluminação: a água muda tudo
  • Nem toda água é igual: ajuste-se ao ambiente
  • Equipamento à prova d’água e caixa estanque
  • A lente grande angular é sua aliada
  • Técnicas e equipamento de mergulho
  • Seja paciente com seus modelos
  • Encontre seu clique o mais rápido possível
  • Conte com um ajudante
  • Capriche no pós processamento

Neste artigo, você encontrou tudo o que precisava saber sobre fotografia subaquática. Agora, é só se inspirar, configurar o seu equipamento e começar a clicar!

Quer aprender mais sobre fotografia e continuar aprimorando seu trabalho? Acompanhe nosso blog! Sempre trazemos novidades da área, as melhores dicas e guias completos para você!

Veja alguns outros artigos que podem te interessar:

E você, já conhecia tudo sobre fotografia subaquática? Nos conte sobre a sua experiência e se você tem alguma dica a oferecer para os outros leitores!

E não esqueça: se ainda ficou com alguma dúvida, basta deixar sua pergunta nos comentários!

Obrigado por ler até aqui!

Escrito por Equipe Fotografia Mais

Equipe de Fotógrafos, redatores e designers responsáveis por conteúdos exclusivos e de alta qualidade sobre fotografia para o mercado brasileiro.

151 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *