Posted in:

Técnicas de Iluminação para Fotografia: As Principais Dicas dos Profissionais

técnicas de iluminação para fotografia

Técnicas de iluminação para fotografia são um dos assuntos mais importantes – e procurados – quando o tema é fotografia profissional.

E não é para menos. A iluminação correta pode fazer toda a diferença e ser o fator definidor de uma sessão de sucesso.

Com toda essa carga de importância, não é de se espantar que fotógrafos experientes e amadores estejam sempre tentando saber mais sobre iluminação.

E foi pensando nisso que compilamos esse guia completo para você. Aqui, você encontrará tudo o que precisa saber sobre técnicas de iluminação para fotografia – desde o básico até truques específicos para melhorar suas sessões.

Está procurando dicas sobre composição e perspectiva também? Dê uma olhada nesse outro texto que preparamos!

Índice

  1. A importância das técnicas de iluminação para fotografia
  2. Os princípios básicos da iluminação na fotografia
  3. Luz dura x Luz suave
  4. Técnicas de iluminação para fotografia mais importantes
  5. Truques de iluminação para fotografia
  6. Técnicas de iluminação para fotografia externa
  7. Conclusão

A importância das técnicas de iluminação para fotografia

kit de iluminação para fotografia

Para explicar a importância das técnicas de iluminação para fotografia, basta voltarmos às bases do funcionamento das câmeras fotográficas.

Todo o processo de captura das imagens é baseado em um simples fator: no reflexo da luz ambiente em um sensor, através das lentes ou objetivas.

Podemos concluir, dessa forma, que a iluminação de cena é o fator mais importante para o resultado da fotografia. Sem ela, não existe foto.

E esse fator técnico não é o único argumento ao falar sobre a importância da iluminação. A luz define as formas, as cores e até mesmo quais elementos estão visíveis no enquadramento.

Não estamos exagerando quando falamos que, se você for estudar apenas uma coisa em fotografia, nossa recomendação seria: estude técnicas de iluminação.

Os princípios básicos da iluminação na fotografia

Antes de se aprofundar em técnicas específicas, é muito importante estudar os princípios básicos da iluminação na fotografia.

Para facilitar, dividimos esses princípios em quatro regras. Veja quais são elas:

1: O assunto deve ser o plano mais iluminado

como fazer iluminação para fotografia

Não importa qual é seu assunto ou o ambiente em que ele se encontra. Em todas as situações, a maior quantidade de luz da foto deve estar sempre apontada para o assunto.

Essa é uma ótima maneira de destacar o plano correto na imagem. Além disso, garante que você não terá uma foto sem profundidade ou que apresente confusão entre os planos.

2: Os detalhes do plano de fundo não devem ter exposição exagerada

como fazer tecnicas de iluminação para fotografia

É claro, em algumas ocasiões, o plano de fundo também é importante e deve estar nítido. No entanto, é preciso muito cuidado para que essa nitidez não se traduza na super-exposição desses elementos.

Em especial, o fotógrafo deve estar atento para não deixar que o fundo esteja mais iluminado que o assunto.

3: A foto não deve representar sombras erráticas ou irregulares

iluminação para fotografia técnica dicas

Sombras duras podem ser utilizadas de maneira artística em alguns gêneros de fotografias, criando formas e contrastes muito interessantes.

No entanto, quando formam linhas erráticas e irregulares, elas frequentemente distraem dos detalhes importantes da composição. Em alguns casos, podem até mesmo distorcer o assunto.

4: Os olhos do assunto devem estar visíveis, sem que reflitam diretamente a luz

tecnicas de iluminação para fotografia principios

Quando o assunto fotografado é uma pessoa, é extremamente importante garantir a iluminação correta para a região dos olhos. A não ser em uma foto em que o conceito exija que eles estejam ocultos, eles são um dos pontos mais importantes da imagem.

O ideal é que a fonte principal de iluminação esteja sempre acima dos olhos do assunto. Ela pode estar refletida na íris, mas nunca diretamente à frente dos olhos. É justamente esse tipo de iluminação que causa o efeito de “olhos vermelhos”.

Luz dura x Luz suave

tipos tecnicas de iluminação para fotografia

É comum, ao ler sobre iluminação para fotografia, encontrar esses dois termos. Então, é fundamental aprender a diferença entre a luz dura e a luz suave. Vamos lá.

A luz dura é normalmente observada quando utiliza-se uma fonte de iluminação focalizada (como um spotlight). Por apresentar uma forte potência e pouca dispersão, esse tipo de luz forma sombras definidas no assunto.

Em dias ensolarados, também podemos observar esse fenômeno.

A luz suave, por sua vez, trata-se de uma iluminação mais difusa. Ela pode ser observada em dias nublados, ou quando o fotógrafo utiliza uma softbox ou rebatedor no estúdio.

A luz suave produz poucas sombras no assunto, sendo mais adequada para retratos e outras imagens onde não se deseja sombras definidas.

Técnicas de iluminação para fotografia mais importantes

Agora, você já sabe os princípios básicos da iluminação para fotografia. Você também já aprendeu a diferenciar luz dura e luz suave. Agora, é hora de começar a estudar as principais técnicas de iluminação utilizadas em estúdios.

Confira a seguir:

Iluminação Rembrandt

Essa técnica de iluminação para fotografia leva o nome do pintor holandês Rembrandt. Isso porque ele frequentemente utilizou esse padrão de luz em suas pinturas.

Essa técnica é caracterizada por um triângulo de luz no rosto. Observe um dos retratos de Rembrandt:

tecnicas de iluminação foto

Rembrandt – Auto Retrato (1652)

Note que as sombras do nariz e da bochecha se encontram, formando um triângulo de luz no centro do rosto.

Para reproduzir esse tipo de iluminação na fotografia, é preciso utilizar dois pontos de luz. Ambas em um ângulo de 45º em relação à câmera.

A fonte de luz principal deve estar acima do topo da cabeça do assunto, e a auxiliar do lado oposto, no nível dos olhos.

O resultado é uma iluminação dramática com sombras marcadas. Devido a essa característica, essa técnica não é adequada para qualquer situação. Também é importante ressaltar que nem todo tipo de rosto produz o triângulo de luz como resultado.

iluminação para fotografia

Iluminação Longa ou Ampla

A iluminação longa não é necessariamente um padrão específico, mas uma técnica mais abrangente de iluminação. Por exemplo, ela pode ser aplicada junto às técnicas de iluminação curva, dividida ou Rembrandt.

A iluminação é ampla quando o rosto do assunto se afasta do centro e fica com um lado da face (o que que está voltado para a câmera) sob a luz. O efeito é uma maior área de iluminação e um sombreado menor.

É comum que essa técnica de iluminação para fotografia faça com que o rosto pareça mais amplo ou largo – e daí vem o seu nome.

Para criar esse padrão, o assunto deve voltar o rosto para longe da fonte de luz.

Butterfly Lighting ou Iluminação borboleta

A iluminação borboleta tem esse nome devido ao formato da sombra criada sob o nariz do assunto. Essa técnica é realizada ao colocar uma fonte de luz principal acima e logo atrás da câmera.

O efeito também pode ser complementado com o uso de um refletor diretamente sob o queixo do modelo. Este padrão é mais difícil de criar usando a luz de uma janela ou um refletor sozinho.

Iluminação Lateral ou de cima

esquema de iluminação para fotografia

As técnicas de iluminação lateral ou de cima consistem do uso de uma única fonte de luz dura, visando alcançar um efeito dramático e ocultar parte do assunto nas sombras criadas.

A orientação da luz pode mudar drasticamente as formas e a maneira que o assunto é percebido. Portanto, é necessário atenção, especialmente ao fotografar retratos com essa técnica.

Iluminação curta

Trata-se do oposto da iluminação longa ou ampla, que já descrevemos nesse artigo. Ou seja, essa técnica coloca o lado da face que está virado para a câmera mais à sombra.

Esse padrão de luz afina os traços do rosto e é mais lisonjeiro para a maioria das pessoas.

Para utilizar essa técnica, basta que o modelo volte seu rosto para a fonte de iluminação. A parte do rosto que se afasta da câmera, então, tem mais luz sobre ela.

Iluminação curva

Também conhecida como “loop”, essa técnica se caracteriza por uma sombra pequena e leve do nariz do assunto sobre suas bochechas.

Para isso, a fonte de luz precisa estar ligeiramente mais alta que o nível dos olhos e cerca de 30º a 45º em relação à câmera.

Neste tipo de iluminação, diferente do padrão Rembrandt, as sombras do nariz e da bochecha não se tocam.

Esse é um padrão de luz fácil de criar e com bons resultados para a maioria dos tipos de rosto. Dessa forma, se tornou uma técnica muito popular.

Iluminação dividida

técnicas e dicas iluminação para fotografia

Também chamada de “split”, essa técnica de iluminação divide o rosto em duas metades: um lado sob a luz e outro na sombra.

É mais comum encontrar essa técnica em retratos masculinos. No entanto, essa não é uma regra rígida. O resultado da iluminação dividida é dramático e artístico, e pode ser utilizado em vários tipos de projetos.

Para produzir esse efeito, basta utilizar uma fonte de luz em ângulo de 90º em relação à câmera, tanto à direita quanto à esquerda do assunto.

Um truque que deixa o resultado ainda mais dramático é aumentar um pouco o ângulo, deixando a iluminação um pouco atrás da cabeça do modelo.

Truques de iluminação para fotografia

técnicas iluminação fotografia truques

Você agora já conhece as principais técnicas de iluminação para fotografia. No entanto, ainda temos algumas dicas para oferecer!

Usando os truques a seguir, você pode complementar esses padrões ou até mesmo consertar problemas de iluminação sem precisar trocar de ambiente. Confira:

Flash de Preenchimento

O flash de preenchimento é uma técnica muito utilizada, em especial na fotografia externa. Como mencionamos anteriormente, a luz do sol gera uma iluminação dura, que pode não ser adequada para muitos tipos de sessões de fotos.

Ao fotografar com flash, é possível eliminar essas sombras que acabam escondendo detalhes do rosto do assunto. O ideal é utilizar um flash externo, que possa ser posicionado um pouco acima do nível dos olhos do modelo, para evitar o efeito de olhos vermelhos.

Rebatedores ou Flash de Parede

Como fotógrafo profissional ou amador, certamente você encontrará diversas situações em que uma luz mais suave é necessária. Esse efeito pode ser alcançado com um rebatedor simples, ou apenas uma parede ou teto branco!

Apontando sua fonte de luz ou flash para uma superfície branca, você causa a difusão da luz e consegue um resultado mais suave nas duas fotos.

Técnicas de iluminação para fotografia externa

Tirar fotos ao ar livre pode ser um imenso desafio! Isso porque o fotógrafo tem pouco ou nenhum controle sobre um dos aspectos mais importantes da composição: a iluminação.

No entanto, com um pouco de conhecimento, você pode usar toda situação a seu favor. Veja essas dicas para saber como:

Contraluz

A contraluz é uma técnica de iluminação que cria imagens de silhuetas. É possível conseguir resultados incríveis, e é muito simples de fazer.

Basta posicionar o assunto na frente da maior fonte de luz presente.

Se estiver interessado, já publicamos um guia completo sobre a contraluz nesse link!

Flare

O flare é um efeito de luz que acontece quando a luz do sol entra pela lateral da objetiva, produzindo manchas bastante características na imagem.

Trata-se de um tipo de defeito da objetiva, mas que se tornou um charme e um estilo fotográfico.

O momento ideal para obter o flare é no final do dia, quando a posição do sol facilita o posicionamento correto da câmera.

Conclusão

tecnicas de iluminação para fotografia

Existem infinitas fontes de pesquisa e muitos materiais para se ler quando o assunto são técnicas de iluminação para fotografia. E não é para menos: esse é um dos fatores mais importantes para que fotógrafos profissionais e amadores produzam imagens incríveis!

Então, você nunca deve deixar de estudar iluminação. Nesse artigo, você encontrou tudo que precisava para começar: os princípios básicos, as principais técnicas de iluminação para fotografia e algumas dicas para se tornar ainda melhor.

Continue descobrindo cada vez mais sobre fotografia. Leia esses outros artigos que preparamos para você e continue acompanhando nosso blog:

E não se esqueça: se ficou com alguma dúvida, é só deixar sua pergunta nos comentários! Obrigado por ler e até a próxima!

Escrito por Equipe Fotografia Mais

Equipe de Fotógrafos, redatores e designers responsáveis por conteúdos exclusivos e de alta qualidade sobre fotografia para o mercado brasileiro.

175 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *