Posted in:

O que é Fotografia Conceitual? Dicas de Como Produzir e Liberar a Imaginação

foto conceitual

A foto conceitual transmite uma ideia ou conta uma história.

Você já pensou em trabalhar com foto conceitual? Esse gênero da fotografia ficou famoso por ser utilizado em marketing, além de gerar imagens que são verdadeiras obras de arte.

Existem muitos segmentos de mercado no mundo da fotografia profissional. No entanto, quando falamos da fotografia como forma de arte, a foto conceitual é primeira a que vem à mente.

Quer aprender mais sobre o cenário do mercado em fotografia profissional? Leia também este outro guia sobre fotografia que preparamos sobre o assunto!

A seguir, você encontra tudo o que precisa saber sobre foto conceitual: desde o conceito deste gênero até como fazer para começar a produzir essas imagens! Continue lendo e confira:

Índice

  1. O que é uma foto conceitual?
  2. Como surgiu a fotografia conceitual?
  3. Dicas de como produzir uma foto conceitual
  4. Pós processamento da foto conceitual
  5. Inspiração de fotos conceituais
  6. Conclusão

O que é uma Foto Conceitual?

Foto Conceitual o que é

Uma foto conceitual se refere a um gênero de fotografia que visa transmitir uma ideia, sentimento ou história através da imagem.

Tratam-se de composições ou assuntos mais abstratos, que frequentemente se manifestam na forma de comentários sociais e políticos ou declarações de sentimentos e crenças pessoais.

Diferente do fotojornalismo, por exemplo, uma foto conceitual pode ser interpretada de maneiras diferentes pelo observador.

Na arte conceitual de maneira geral, o conceito é mais importante que a execução da peça. Isso significa, em fotografia, que o trabalho vai além de clicar o momento ideal. A foto conceitual exige muito planejamento prévio.

Como Surgiu a Fotografia Conceitual?

como surgiu foto conceitual

A arte conceitual trata-se de um movimento artístico que surgiu na década de 60. Desde então, o gênero tem ganhado em força.

Desde o seu surgimento, a arte conceitual esteve atrelada à fotografia. Essa, apesar de não ser a única forma de expressão do movimento, é um dos principais.

A característica principal da arte conceitual como movimento é o abandono do formalismo. Ou seja, os assuntos deixam de ser objetos e passam a ser conceitos e ideias.

O termo arte conceitual foi usado pela primeira por Henry Flynt, em 1961. Os métodos de expressão deste movimento, além da fotografia, incluem textos, performances, esculturas, pinturas, vídeos e instalações, para citar alguns exemplos.

O objetivo da foto conceitual é fazer com que o observador reflita sobre si, suas relações e sobre o universo a seu redor. São temas muito frequentes a sociedade, consumo, ambiente, violência e política, por exemplo.

Dicas de Como Produzir uma Foto Conceitual

como fazer foto conceitual

Agora você já sabe um pouco mais sobre o que é uma foto conceitual e como o movimento artístico por trás delas surgiu. Então, é hora de começar a pensar em fazer suas próprias imagens conceituais.

Esse gênero da fotografia pode parecer muito intimidador, especialmente para fotógrafos iniciantes. Mas não precisa se preocupar. Tudo o que você precisa é criatividade, inspiração e um pouco de técnica, como para toda foto.

Falando em criatividade, a primeira coisa que você precisa para fazer uma foto conceitual é uma ideia.

Lembre-se: seu assunto deixa de ser o modelo e a cena. Você estará registrando uma ideia, um conceito ou história.

Nessa fase inicial, ver algumas outras fotos conceituais pode ajudar bastante. Tanto para se inspirar quanto para trazer o conceito abstrato de fotografar uma ideia para um plano mais objetivo.

No final deste artigo, você encontra uma galeria com fotos conceituais incríveis. Por tanto, não deixe de ler até o fim! Confira agora algumas dicas para fazer sua própria foto conceitual:

Construa um conceito

O primeiro passo para fazer uma foto conceitual é definir a ideia a ser registrada. Você pode expressar uma opinião sobre determinado tema, ou um sentimento. Esses são apenas alguns exemplos, mas dê uma olhada nessas temáticas comuns em fotografia conceitual:

  • Comentários sociais ou políticos;
  • Redes sociais e mundo digital;
  • Nostalgia e saudades;
  • Violência;
  • Protesto e rebelião;
  • Amor, tristeza ou felicidade;
  • Estética e geometria;
  • Relacionamentos;

É claro, essa é a parte onde sua criatividade deve brilhar. A foto conceitual, então, pode ser sobre o que você quiser! A única exigência é que o seu foco esteja no conceito, não na cena ou execução.

Crie uma composição

Com um conceito definido, é hora de planejar a sua composição. Diferente de outros gêneros da fotografia, em uma foto conceitual todos os elementos presentes na cena são planejados.

Pensa da seguinte forma: seu observador estará buscando símbolos e significados, e criando interpretações. Por isso, tudo na sua composição deverá contribuir para a transmissão da ideia escolhida. Isso inclui:

  • Cores utilizadas (ou a ausência delas);
  • Tipo de iluminação;
  • Elementos presentes na cena;
  • Elementos no segundo plano;
  • Formas, linhas ou ideia de movimentos;
  • Interação entre modelos ou objetos;
  • Ângulo e enquadramento.

Escolha sua própria estética

Para tirar fotos conceituais memoráveis, talvez seja uma boa ideia trabalhar no desenvolvimento da sua estética.

Inúmeros fotógrafos e outros artistas conceituais ficaram conhecidos por utilizar determinadas paletas de cores, tipos de enquadramento ou, até mesmo, por falar de temas similares em suas obras.

Por isso, para produzir uma foto conceitual perfeita, é possível que seja necessário passar algum tempo pensando sobre isso. Qual é a estética que você vai utilizar nas fotos? Que tipos de sentimentos quer despertar os observadores? O que será sua assinatura dentro dos conceitos que fotografa?

O desenvolvimento desse tipo de identidade artística pode ser demorado e trabalhoso.

Não desista, e não tenha medo de começar com um estilo remanescente de outros artistas. Todos temos influência, e a estética própria vêm com a experiência e maturidade do fotógrafo.

Simbolismo e o uso de adereços para fotos conceituais

Um pouco do seu tempo de preparação para tirar uma boa foto conceitual deve ser direcionado para pesquisa. Como mencionamos anteriormente, seu observador estará em buscas de símbolos que o ajudem a interpretar a imagem.

Utilizar simbolismo na sua obra é mais simples do que parece. Uma sessão de brainstorming é capaz de te oferecer todas as ideias que você precisa.

Por exemplo, vamos supor que você esteja criando uma imagem sobre a saudade da infância. Você quer algo que desperte saudade, sendo até mesmo um pouco amargo.

Para transmitir isso, você usará uma imagem com cores pouco saturadas e bastante contraste, com sombras duras. Então, você já decidiu sobre seu conceito e sobre sua estética.

Agora, é hora de escolher os elementos da foto. Para isso, faça um exercício de associação de palavras. No nosso exemplo, liste as palavras: infância, nostalgia, saudade, amargor. Agora, escreva todas as palavras que vierem à sua mente quando pensa em cada uma delas.

Certamente, você conseguiu alguns símbolos e adereços entre essas palavras. Você pode ter pensado em algum brinquedo que gostava, por exemplo.

Quer ir para o lado oposto deste espectro, e fazer uma imagem sobre nostalgia agradável, que reflita uma época mais simples de sua vida? É só ajustar os elementos e fazer um novo brainstorm!

Libere sua imaginação e pense fora da caixa

Nesse gênero da fotografia, é mais importante do que nunca pensar de maneira criativa e inovadora. Isso porque as imagens conceituais caminham em uma fina linha entre o artístico ou vanguardista e o esperado ou condescente.

Como em todo movimento artístico, existe muito que já foi feito. E que tem sido feito sempre da mesma maneira.

Isso não significa que essas imagens sejam ruins, não foram inovadoras quando foram criadas ou possuam um valor artístico menor.

No entanto, hoje, elas possuem menos a acrescentar a uma conversa que já dura há algum tempo. E principalmente, sua chance de se destacar com elas é menor.

Por isso, pense fora da caixa! E, principalmente, inclua no seu conceito a sua visão pessoal, seus sentimentos e suas perspectivas sobre o assunto retratado.

Inspire-se em filmes, livros e outras obras de arte que você ama

Ainda falando sobre o toque pessoal que a foto conceitual deve ter, use influências que te inspiram.

Muitas vezes, o estilo de fotografia de determinado diretor de cinema ou o tom e clima de uma livro que você ama podem levar a criações fantásticas.

Pós processamento da Foto Conceitual

foto conceitual edição pos processamento

Nem sempre é possível reproduzir a sua ideia de maneira exata com a fotografia. Essa é uma das áreas onde nossos colegas pintores possuem vantagem: precisamos nos ater às leis da física, por exemplo.

Mas, atualmente, a tecnologia é sua aliada! É possível usar programas de edição para ajustar todos os detalhes e alcançar a foto conceitual que você imaginou.

Os ajustes vão desde algumas correções simples até manipulações em busca de conseguir imagens surreais e impressionantes.

Na realidade, o pós processamento de uma foto conceitual, muito frequentemente pode ser considerado uma forma de arte por si só.

Se você está interessado em aprender a editar suas fotografias, dê uma lida neste outro artigo que preparamos, sobre o Adobe Lightroom. Veja também a nossa comparação deste editor com o Photoshop e aprenda a aplicar alguns efeitos nas suas fotos.

Inspiração de Fotos Conceituais

Nada é mais importante na fotografia conceitual do que inspirações e boas idéias! Além disso, você precisa manter seu trabalho relevante, atual e original.

Para isso, nada melhor do que acompanhar o trabalho de outros fotógrafos conceituais. Pode parecer contra-intuitivo, mas o primeiro passo para evitar clichês é saber o que está sendo feito.

Com o intuito de inspirar, trazer bons exemplos e ajudar você a começar na fotografia conceitual, separamos uma galeria incrível! Confira nossa seleção:

Fotos Conceituais de Pessoas

foto conceitual pessoas

As fotos conceituais com pessoas podem retratar relacionamos, sentimentos e ações de maneira muito eficiente. Com elas, é mais fácil despertar emoções no observador.

Isso acontece porque nossa capacidade de empatia e identificação faz com que nos coloquemos no lugar do modelo.

Confira alguns ótimos exemplos do uso da figura humana em uma foto conceitual:

Fotos Conceituais Femininas

foto conceitual mulheres

O corpo feminino, por séculos, tem sido foco das expressões artísticas. Com a fotografia conceitual não é diferente.

Veja alguns bons exemplos do uso das formas e movimentos do corpo feminino no gênero:

Fotos Conceituais de Objetos

foto conceitual objetos coisas

Objetos inanimados podem contar muitas histórias! Principalmente em uma foto conceitual. Isso porque nossa mente funciona através da associação.

Conforme nossas vivências e experiências, ligamos objetos a sentimentos, símbolos, conceitos e ideias. Veja alguns exemplos de como isso pode ser utilizado na arte conceitual:

Foto Conceitual Surrealista

foto conceitual surrealismo

foto conceitual surrealismo

O surrealismo, verdade, é se aventurar nas águas de um movimento artístico completamente diferente. No entanto, ele não está tão distante da arte conceitual como se pode imaginar.

O surrealismo é frequentemente utilizado por fotógrafos para transmitir ideias mais abstratas, como sonhos, emoções e maneiras de pensar.

Veja alguns exemplos dessa mistura perfeita entre o surrealismo e a foto conceitual:

Conclusão

fotografia foto conceitual

Uma foto conceitual visa trazer ao observador muito mais que uma imagem. A ideia é transmitir opiniões, histórias, sentimentos, emoções… ou conceitos. É daí que esse movimento artístico herdou o seu nome.

Como lida com temáticas abstratas, a fotografia conceitual é percebida como intimidadora por muitos profissionais. No entanto, é mais fácil do que você imagina. Tudo que você precisa para começar é uma boa ideia.

Neste artigo, você aprendeu tudo o que precisa saber para começar a tirar fotos conceituais. Você ficou sabendo o que é e quando surgiu a arte conceitual, leu as melhores dicas para criar uma foto conceitual perfeita e ainda conferiu uma galeria cheia de inspirações.

Agora, é só começar a criar!

Quer continuar aprendendo sobre fotografia e deixando seu trabalho cada vez melhor? Leia também estes outros artigos que preparamos para você:

E você, já fez alguma foto conceitual antes? Qual é sua opinião sobre esse gênero e sobre as obras que escolhemos para nossa galeria?

Divida sua experiência conosco nos comentários, e não esqueça de perguntar se ficou com alguma dúvida!

Escrito por Equipe Fotografia Mais

Equipe de Fotógrafos, redatores e designers responsáveis por conteúdos exclusivos e de alta qualidade sobre fotografia para o mercado brasileiro.

110 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Quero ser cadastrado na LISTA VIP