Posted in:

Fotos de Raios Espetaculares: Como Fotografar Raios e Relâmpagos

fotos de raios

Fotos de raios são lindas e impressionantes, mas podem ser um grande desafio!

Já se perguntou como alguns fotógrafos conseguem capturar fotos de raios fantásticas?

Estar na hora certa no lugar certo, infelizmente, não basta se você quer tirar fotos de raios perfeitas.

Além da imprevisibilidade, existem inúmeros outros fatores que fazem com que os relâmpagos sejam difíceis de capturar.

A primeira foto de um relâmpago foi produzida em 1882, por William Jennings. O feito foi considerado tão impressionante que ele foi, mais tarde, convidado a fotografar o Titanic. Infelizmente, Jennings não pode estar presente para esse evento.

A seguir, você encontra tudo o que precisa saber para dominar a complexa arte de tirar fotos de raios. Com esse guia completo, você vai produzir imagens incríveis! Confira:

Índice

  1. Tipos de Raios
  2. Observe o Comportamento dos Raios
  3. Localização Segura
  4. Dicas de Como Tirar Fotos de Raios
  5. Fotografar Relâmpagos de dia vs à noite
  6. Inspirações de Fotos de Raios
  7. Conclusão

Tipos de Raios

fotos de raios, trovões e tempestades

O fenômeno de um relâmpago acontece de duas formas diferentes. A mais comum se dá devido a uma descarga elétrica entre duas nuvens.

Essa descarga, no entanto, também pode acontecer entre a nuvem e o solo.

No primeiro caso, existe um choque entre as partículas de gelo que estão no interior da nuvem, causando uma separação das cargas. Quando a diferença é muito grande, a carga inversa que está na outra nuvem é atraída.

No segundo caso, essa troca é realizada entre a nuvem e o solo, sendo que a carga do solo é positiva e da nuvem negativa.

Tendo essa divisão em mente, existem muitos tipos de raios – que geram diferentes formatos no traço de luz. Veja alguns exemplos:

  • Descarga negativa nuvem-solo
  • Descarga positiva nuvem-solo
  • Descarga intra-nuvem
  • Descarga solo-nuvem

Observe o Comportamento dos Raios

Antes de começar a produzir suas fotos de raios, você vai precisar entender melhor os padrões de descarga que citamos.

Isso porque observar o tipo de relâmpago que uma tempestade está formando pode te ajudar muito a decidir qual equipamento utilizar. Em especial quando falamos da lente escolhida.

Por exemplo: se os raios estiverem caindo na vertical, o mais indicado é usar uma lente 24-70mm. Se o céu estiver cheio de nuvens, no entanto, e os raios aparecem entre ou dentro delas, o ideal seria uma 70-200mm.

Mas não se preocupe demais – logo você terá prática o suficiente para determinar qual é a lente ideal para cada situação.

Por enquanto, dedique-se a observar os padrões dos relâmpagos.

E não esqueça: na hora de escolher seu equipamento, o tipo de raio não é a única coisa que você deve considerar. Ainda valem todas as regras de fotografia sobre iluminação, distância e ambiente!

Observar a tempestade também pode te ajudar a calcular aproximadamente o tempo entre um raio e outro. Afinal, um dos maiores desafios ao clicar fotos de raios é clicar no momento exato.

Localização Segura

Achar o lugar perfeito para bater a foto, neste caso, é essencial para bem mais do que a composição da imagem e iluminação. Sua segurança está em jogo!

Você precisa garantir que se posicionou em um lugar seguro. O ideal é ficar em algum lugar fechado, longe de janelas e portas metálicas. Evite também estar próximo de tomadas e canos de metal.

Dicas de Como Tirar Fotos de Raios

como tirar fotos de raios e tempestades

Agora, você já sabe o básico sobre relâmpagos e já passou por alguma preparação para tirar fotos de raios. Só falta colocar a mão na massa e clicar as imagens!

Para isso, no entanto, você precisará dedicar atenção especial ao seu equipamento e técnicas.

A seguir, reunimos todas as principais dicas para facilitar o seu clique. Continue lendo e se torne um expert em fotografar raios:

Use Tripé

Antes de mais nada, você precisa considerar que, para tirar fotos de raios, provavelmente será necessário ajustar a sensibilidade de luz, ou ISO da câmera. Existem grandes chances, também, de você estar trabalhando com um ambiente de pouca luz natural.

Como sabemos, em ambas essas situações, é fundamental que a câmera seja estabilizada o máximo possível.

Para tirar fotos de raios, o tripé acaba se tornando indispensável. Além de estabilizar a imagem, evitando borrões e outras distorções, também te ajuda a estar sempre com o enquadramento pronto e não perder o momento do fenômeno.

Lente Fotográfica

A lente que você vai usar, como mencionamos anteriormente, dependerá muito das condições de luz e do tipo de raios que você está tentando fotografar.

Quanto mais rápida a lente, (1,4, 1,8 ou 2,8), melhor para fotografar nas condições de luz existentes. No entanto, para fazer fotos de raios e relâmpagos, lentes mais escuras (4,5 ou 5,8) podem funcionar melhor.

Para melhorar as chances de capturar um relâmpago, alguns fotógrafos recomendam utilizar uma grande-angular. Dessa maneira, você cobre uma área maior do céu e pode ajustar o enquadramento do raio durante o pós-processamento.

Experimente e não deixe de trocar informações com outros fotógrafos! Se quer saber mais sobre lentes, leia esse outro conteúdo que preparamos para você!

Configurações da Câmera

Hoje em dia, as câmeras digitais profissionais contam com uma enorme variedade de opções. Para fazer fotos de raios, você precisará fazer alguns ajustes mais finos no seu equipamento. Confira:

Modo Manual Completo

Com fotos de raios, você precisa ter controle completo sobre a imagem final. Por isso, é uma boa ideia dispensar os ajustes automáticos por hora.

Com a tela LCD das câmeras, é possível ver o seu resultado imediatamente e corrigir algumas configurações antes do próximo clique.

No entanto, deixar o equilíbrio do branco, matrizes de cor e cores 3D não é tão prejudicial e pode te economizar bastante tempo no pós-processamento.

Como base, ajuste o obturador para BULB, a abertura para f/ 5.6 e ISO 400. Modifique conforme necessário após cada clique.

Por exemplo, se a foto sair com os níveis de branco estourados ou escura demais, ajuste o ISO de acordo, ou a velocidade do obturador.

Foco Manual

É fundamental habilitar a função de foco manual para tirar fotos de raios. Isso porque o foco automático normalmente produzirá uma imagem embaçada. O problema acontece porque não há tempo hábil para que o algoritmo acerte o foco depois do clarão.

O ideal é ajustar o foco para alguma luz distante no quadro. Caso não tenha uma referência de luz, você pode pedir para que alguém se afaste da câmera – ao menos 100m – com uma lanterna.

Iso

A ISO é, essencialmente, a sensibilidade à luz que a câmera terá. Antigamente, cada filme contava com uma ISO e deveria ser usado durante as condições apropriadas. Hoje, no entanto, é possível fazer esse ajuste na câmera digital.

Como mencionamos, o ideal é começar com ISO 400. Ajuste a sensibilidade conforme necessário.

Quer aprender mais sobre ISO? Leia este outro post sobre o assunto!

Velocidade do Obturador

Para conseguir boas fotos de raios, geralmente configurar o obturador para BULB e sua abertura para f/5.6 cria bons resultados.

No entanto, a velocidade do obturador também pode ser ajustada aos poucos, dependendo dos resultados que você está tendo.

Alguns fotógrafos utilizam um longo tempo de exposição, deixando o obturador aberto. Dessa forma, conseguem capturar o momento certo com maior frequência.

Recomendamos também que você entenda bem o funcionamento do obturador. Isso pode te poupar muito tempo de experimentação e tentativa e erro. Confira nosso guia completo sobre obturador na fotografia.!

Controle Remoto

Nos tópicos anteriores falamos sobre como é importante que a câmera esteja bem estabilizada para tirar fotos de raios.

Esse é um fator tão fundamental, na verdade, que apenas utilizar o botão normal da câmera para clicar a foto pode estragar o resultado final.

Por isso, para tirar fotos de raios perfeitas, o ideal é utilizar um controle remoto para disparar os cliques.

Além de não correr o risco de balançar a câmera, também é mais fácil acertar o momento da captura.

Use um Lightning Trigger

Você já ouviu falar do Lightning Trigger? Trata-se de uma tecnologia pensada especialmente para essas situações.

O aparelho é capaz de detectar o clarão causado pelo relâmpago, e ativa o disparo da foto baseado nele. Dessa forma, é muito mais fácil conseguir capturar esse fenômeno tão rápido.

O Lightning Trigger também possui outros usos. Ele pode ser utilizado para fotografar fogos de artifício, ou até mesmo para fazer imagens em plena luz do dia.

Se você não pretende investir em um equipamento para tirar fotos de raios, no entanto, existem algumas outras opções. É claro, elas dão mais trabalho – mas também funcionam.

Um exemplo é utilizar os cliques manuais e ficar de olho nos clarões. Assim que acontecerem, basta apertar o botão!

Fotografar Relâmpagos de dia vs à noite

fotos de raios de dia e fotos de raios de noite

Fotografar relâmpagos durante à noite costuma a produzir imagens com um contraste mais impressionante, é verdade. No entanto, fotos de raios tiradas durante o dia podem ser tão bonitas quanto, apresentando cores diferentes e mais incomuns.

A seguir, confira algumas dicas para fotografar raios durante o dia:

  • Diferente de fotografias à noite, você não pode configurar o Obturador para BULB.
  • Ajuste a exposição de acordo com o sensor de luz da câmera, e depois diminua-o em um ou dois níveis, dependendo da distância dos raios.
  • A técnica mais usada para capturar raios durante o dia é a do disparo manual. Ou seja, espere pelo clarão, e dispare o clique. Seu tempo de reação deverá ser rápido (menor do que 0.2 segundos!). Lembre-se que você sempre pode melhorar esse tempo com alguns exercícios ou jogos.
  • Você pode tentar a técnica de tempo de exposição longo. No entanto, lembre-se que, durante o dia, quanto mais tempo de exposição, menos contraste existirá entre o céu e o relâmpago.
  • A configuração ideal do tempo de exposição fica entre 1/15 e 1/30. Menos que isso e existe uma grande chance do obturador abrir durante a expansão de raio e do momento ser perdido. Mais que isso e o contraste é perdido significativamente.
  • O amanhecer e o pôr-do-sol são ótimos momentos para tirar fotos de raios! O nível de luz menor significa que está escuro o suficiente para manter o obturador aberto por mais tempo e claro o suficiente para que a foto tenha a aparência de ser tirada durante o dia.

Inspirações de Fotos de Raios

E então, já está tendo ótimas ideias para criar fotos de raios estupendas? Você vai ficar ainda mais inspirado com essa galeria de imagens impressionantes que montamos.

Esses fotógrafos certamente estavam no momento certo na hora certa, e foram capazes de capturar esses milissegundos mágicos, certamente a custo de muito entendimento sobre seus equipamentos:

fotos de raios e trovões

fotos de raios e trovões

fotos de raios e trovões

fotos de raios e trovões

fotografia de raios

fotos de raios e trovões

fotos de raios e trovões

fotos de raios e trovões

fotos de raios e trovões

Conclusão: Paciência, Persistência e Sorte para Fotos de Raios Espetaculares

Tirar boas fotos de raios é um grande desafio. Muito mais do que sorte e paciência, clicar esses momentos igualmente lindos e perigosos exige muito conhecimento técnico.

Como vimos no decorrer deste artigo, antes de tirar fotos de raios profissionais você precisará entender sobre:

  • Os tipos e padrões dos relâmpagos;
  • O funcionamento e controle do obturador da sua câmera;
  • O funcionamento e ajuste do ISO da sua câmera;
  • Técnicas de fotografia de longa exposição;
  • Técnicas de fotografia sob iluminação difícil;

E isso sem contar: ter um ótimo reflexo e uma boa dose de sorte.

fotos de raios e trovões

Resumindo, produzir uma linda foto de relâmpagos exige paciência e dedicação. Mas não desista! Muitos fotógrafos, hoje famosos por capturar relâmpagos impressionantes, passaram anos lidando com diversas frustrações e desafios. Você consegue!

Quer aprender mais técnicas que vão possibilitar a criação de imagens incríveis com a sua câmera? Leia também esses outros artigos no nosso blog:

E você, já conseguiu capturar um relâmpago no momento exato? Conte-nos sobre sua experiência com fotos de raios e deixe suas recomendações para outros fotógrafos! Não esqueça: se ficou com alguma dúvida, basta perguntar!

Escrito por Equipe Fotografia Mais

Equipe de Fotógrafos, redatores e designers responsáveis por conteúdos exclusivos e de alta qualidade sobre fotografia para o mercado brasileiro.

110 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Quero ser cadastrado na LISTA VIP